Pular para o conteúdo principal

O poder da oração no casamento


Nunca se casou tanto quantos nos dias de hoje e estatísticas atuais mostram que o número de divórcios subiu muito mais. A cada quatro matrimônios celebrados, um é desfeito. Com isso, a autora Stormie Omartian lançou há cinco anos “O poder da Oração no Casamento”, seqüência de muitos outros livros de sua autoria sobre a importância da oração. Este, no entanto, muito atual. 

Neste precioso trabalho, Stormie mostra como Deus se importa com os nossos problemas e em 14 capítulos divide o livro com temas que são difíceis de serem trabalhados no nosso dia a dia; problemas que quando não são conversados entre o casal pode levar ao divórcio.

A autora começa falando de comunicação, cita a importância de orarmos para que o diálogo venha a acontecer em nosso relacionamento. O diálogo é a base para um excelente casamento. Contar os desejos mais íntimos ao parceiro ou suas prioridades é o melhor caminho para um entender o outro. Deixar de conversar com o amado ou amada, apenas interromperá a comunicação e a distância os separará.
Ira e grosseria também são atitudes discutidas neste livro, ensinando o casal a orar para que haja mudanças no caráter. O perdão também não fica longe. É difícil perdoar, mas o perdão liberta muitos casais dos sentimentos negativos e também da depressão.
Filhos que dominam os pais, finanças fora de controle, vícios e comportamentos destrutivos, influências externas no relacionamento sexual, também são temas discutidos. Além disso, Stormie vai adiante: E quando o amor acaba? O que fazer? Como orar? Quando o cônjuge deixa de ser prioridade um para o outro e se o divórcio é considerado uma opção são assuntos tratados com clareza e solução.
A autora toca ainda num tema que ninguém gosta: a infidelidade. Será que conseguimos perdoar? E quando um dos dois resolve sair de casa? Existe esperança?
Com muita fé em Jesus e oração, Stormie Omartian que viveu todos os assuntos abordados, ensina que é possível recuperar o casamento através da determinação e oração. É uma deliciosa leitura, recomendada a qualquer casal, mesmo que estejam muito bem. Invista em seu casamento! Se você ainda não casou, vale a pena aprender.
Onde encontrar?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terminou a folia!

Terminou a folia;  não tirei a fantasia;  só transmito alegria; nada de melancolia. Sou Palhaço! Meus nervos são de aço. com meus versos,  meus sentimentos disfarço.  Sou Palhaço! Com nariz avermelhado; sapato pontiagudo; roupa colorida: No picadeiro,  a platéia alegro;  não iludo - convenço. Assim, conduzo a vida sem perder o compasso... Sou Palhaço! Sou Palhaço! 
13/02/2018 Luiz Augusto da Silva Olimpia - São Paulo

Os benefícios da caminhada

Fernanda Santiago
Existem inúmeras atividades físicas, mas a caminhada tem a menor taxa de abandono de todos eles. É simples e a mudança positiva que você pode fazer para efetivamente melhorar sua saúde cardíaca. Praticar a caminhada por pelo menos 30 minutos por dia pode ajudá-lo: Reduzir o risco de doença cardíaca coronáriaMelhorar a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangueMelhorar o perfil lipídico no sangueManter o peso corporal e diminuir o risco de obesidadeMelhorar o bem estar mentalReduzir o risco de osteoporoseReduzir o risco de câncer de mama e de cólonReduzir o risco de não insulino-dependente (tipo 2) diabetes

São muitos benefícios para uma atividade tão simples. Se você mora perto da praia, melhor ainda. Se não tem uma praia próxima, procure um parque.  Caminhe, respire fundo e aprecie tudo ao redor. O corpo agradece!

A tradicional sopa de cebola francesa

Fernanda Santiago Valente Quem é que não gosta de uma sopa no tempo frio? Aqui no Brasil, muitos recomendam a sopa de cebola para quem está com dor de garganta ou gripado. Eu vou além. Amo todos os tipos de cremes e sopas, mas a de cebola tem um sabor especial. A sopa tradicional da cozinha parisiense merece toda a atenção.Algumas lendas da França afirmam que a sopa de cebola foi inventada por Louis XV, quando passavam por uma crise. Ele só tinha cebolas, manteiga e champanhe como alimentos, assim como toda a população de baixa renda. A receita ganhou novos temperos ao decorrer dos anos e conseguiu conquistar todo o mundo, principalmente nós brasileiros, pois amamos nos deliciar com uma sopinha nos períodos frios, não é mesmo? Ainda nas tradições parisienses, a sopa serve para alimentar também as emoções do dia do tão sonhado casamento. Eles tem o hábito de consumir a sopa após a festa. Isso se repete também em grandes eventos. Se por acaso acordarem de ressaca, também consomem a sopa,…