Pular para o conteúdo principal

Salmão e vinho: receitas chilenas para aquecer o inverno

Que tal dar uma inovada nas receitas utilizando o salmão para aquecer esse inverno? Fácil de fazer, o pescado surpreende com sabor e cor, além de se adaptar a diversas e práticas formas de preparo. “No inverno, ao mesmo tempo em que buscamos passar menos tempo na cozinha, nosso paladar fica inclinado aos pratos encorpados, já que o organismo precisa de mais energia para gerar calor. Além do gosto marcante, o salmão tem uma textura tenra e traz uma ‘gordura do bem’ supernutritiva. Um prato cheio para o corpo”, explica Melanie Whatmore, gerente da Salmón de Chile, marca que atua no incentivo ao consumo do pescado chileno no Brasil. 
Para garantir o sucesso do cardápio, a dica é harmonizar os pratos com vinho: o Cabernet Sauvignon chileno, por exemplo, tem taninos bem apurados e é a opção certa para acompanhar um encorpado escondidinho e uma sopa calorosa, sugestões imperdíveis da Salmón de Chile.


ESCONDIDINHO DE SALMÃO 

 Ingredientes 

600g de mandioca cozida e espremida 
1 1/2 xícara (chá) de maionese 
1 colher (sopa) de cheiro verde picado
1 colher (chá) de óleo 
1/2 cebola pequena ralada 
250g de filé de salmão cortado em cubos 
Queijo ralado a gosto 

 Modo de preparo

- Preaqueça o forno a 180C; 
- Em uma tigela média, misture a mandioca com 1 xícara (chá) de maionese e metade do cheiro verde e reserve;
- Em uma panela aqueça o óleo em fogo médio, doure a cebola e junte o salmão; 
- Refogue e mexa por 5 minutos ou até desmanchar; 
- Acrescente o restante da maionese e o cheiro verde, misture e reserve; 
- Em um refratário, coloque uma camada do purê de mandioca reservado, cubra com uma camada de salmão e finalize com o restante do purê de mandioca; 
- Polvilhe o queijo ralado e leve ao forno por 10 minutos ou até dourar levemente; 
Sirva em seguida. 

SOPA DE SALMÂO E COUVE FLOR 

Ingredientes 

1 couve-flor grande 
1,2 litros de caldo de legumes ou água 
½ copo de creme de leite fresco 
1 pedaço de filé de salmão 
Sal e pimenta a gosto 
1 colher de sopa de endro fresco, e mais um pouco para enfeitar

Modo de preparo

- Corte a couve flor retirando os caules mais duros e as folhas. Lave as flores e se estiverem muito grandes, corte-as em pedaços um pouco menores. Ponha-os numa panela grande, com o caldo de legumes (ou a água). Salgue levemente e leve ao fogo. Ferva por uns 25 minutos ou até a couve-flor estar macia na ponta da faca. 
- Quando a couve-flor estiver cozida, desligue o fogo. Com uma escumadeira, retire os pedaços do legume, deixando a água do cozimento na panela, e ponha-os na vasilha do processador junto com o endro. Com uma concha, acrescente um pouco do liquido de cozimento e processe até formar um creme homogêneo. Ponha mais um pouco do liquido de cozimento até a sopa estar cremosa. Reserve. - Corte o filé de salmão em tiras grossas. Tempere com sal e pimenta. Aqueça uma chapa ou um grill. Grelhe os pedaços de salmão 2 minutos de cada lado. O salmão tem que estar ainda um pouco cru por dentro. Ele acabará de cozinhar com o calor da sopa. Grelhe todos os pedaços e reserve num prato coberto com papel alumínio enquanto esquenta a sopa. 
- Ponha a sopa numa panela. Acrescente o creme de leite e tempere com sal e pimenta. Leve ao fogo somente até aquecer a sopa. Apague o fogo, junte os pedaços de salmão partidos em pedaços grandes e sirva imediatamente, enfeitando com um pouco de endro picado. 

ESPAGUETE AO MOLHO DE SALMÃO DEFUMADO 

Ingredientes 

500 g de espaguete 
500 g de salmão defumado 
1/2 litro de creme de leite 250 ml de vinho branco seco 
1/2 cebola picada 
Noz-moscada a gosto Sal refinado a gosto 
100 g de manteiga 

Modo de preparo 

Cozinhe, escorra o espaguete e reserve; Em uma panela refogue a cebola na manteiga; Adicione o vinho e deixe evaporar; Adicione o creme de leite e o salmão cortado em cubos finos; Acrescente a noz moscada em pó; Corrija o sal e adicione o talharim; Aqueça um pouco e sirva a seguir; Pode ser decorado com salsinha picada

Fotos: Divulgação/ Salmón de Chile

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enfeites de Natal em potes, vasos e garrafas de vidro

Pra quem ama artesanato e enfeitar a casa para o Natal, a hora é agora. Deixo abaixo algumas dicas para fazer com taças, garrafas, potes e vasos de vidro: 


















Resenha: Contos de enganar a morte , de Ricardo Azevedo, 1ª edição - 2003.

Por Thiago Grass
Pode-se dizer que o folclore é uma força em constante movimento, uma fala, um símbolo, uma linguagem que o uso torna coletiva. Por meio dele, as pessoas dizem e querem dizer. E a dica de leitura bebe justamente dessa fonte da cultura popular. No livro “Contos de enganar a morte”, o escritor Ricardo Azevedo explora esse tema tão delicado de forma leve e criativa. O próprio autor menciona na obra:
Trata-se de um grave erro considerar a morte um assunto proibido ou inadequado para crianças. Heróis nacionais como Ayrton Senna, presidentes da república e políticos importantes, artistas populares, parentes, amigos, vizinhos e até animais domésticos infelizmente podem morrer e morrem mesmo. A morte é indisfarçável, implacável e faz parte da vida (AZEVEDO, 2003, p.58).
Portanto, o livro reúne quatro narrativas sobre a “hora de abotoar o paletó”, “entregar a rapadura”, “bater as botas”, “esticar as canelas”. Nesses contos, os personagens se defrontam com a morte, contudo, ninguém …

Roberto Carlos, O contador de Histórias

Fernanda Santiago
O contador de Histórias – Se você ainda não assistiu ao filme, recomendo que coloque na sua lista. Sabe aquelas histórias envolventes e reflexivas? Será que vale a pena investir numa pessoa que todo mundo diz que não tem jeito? Esta história verídica diz que sim. O filme conta a história de Roberto Carlos, um menino que teve sua primeira infância na Febem, devido a ignorância da sua mãe, mostrando o que a falta de educação e instrução faz com a sociedade. Para o sistema, Roberto Carlos era mais um “delinquente”, mas a condição de vida dele começou a mudar quando surgiu na Feben, uma educadora francesa que assumiu um papel maravilhoso na sua vida: o aceitou, o educou, o instruiu e acima de tudo, ensinou na prática que o amor é um longo exercício de paciência. Faz tempo que assisti ao filme, mas recentemente encontrei uma palestra do próprio Roberto Carlos no YouTube. Fiquei encantada. Hoje, é ele quem assume o papel de educador. Além disso, ele faz com outras crianças o…