Pular para o conteúdo principal

Salmão e vinho: receitas chilenas para aquecer o inverno

Que tal dar uma inovada nas receitas utilizando o salmão para aquecer esse inverno? Fácil de fazer, o pescado surpreende com sabor e cor, além de se adaptar a diversas e práticas formas de preparo. “No inverno, ao mesmo tempo em que buscamos passar menos tempo na cozinha, nosso paladar fica inclinado aos pratos encorpados, já que o organismo precisa de mais energia para gerar calor. Além do gosto marcante, o salmão tem uma textura tenra e traz uma ‘gordura do bem’ supernutritiva. Um prato cheio para o corpo”, explica Melanie Whatmore, gerente da Salmón de Chile, marca que atua no incentivo ao consumo do pescado chileno no Brasil. 
Para garantir o sucesso do cardápio, a dica é harmonizar os pratos com vinho: o Cabernet Sauvignon chileno, por exemplo, tem taninos bem apurados e é a opção certa para acompanhar um encorpado escondidinho e uma sopa calorosa, sugestões imperdíveis da Salmón de Chile.


ESCONDIDINHO DE SALMÃO 

 Ingredientes 

600g de mandioca cozida e espremida 
1 1/2 xícara (chá) de maionese 
1 colher (sopa) de cheiro verde picado
1 colher (chá) de óleo 
1/2 cebola pequena ralada 
250g de filé de salmão cortado em cubos 
Queijo ralado a gosto 

 Modo de preparo

- Preaqueça o forno a 180C; 
- Em uma tigela média, misture a mandioca com 1 xícara (chá) de maionese e metade do cheiro verde e reserve;
- Em uma panela aqueça o óleo em fogo médio, doure a cebola e junte o salmão; 
- Refogue e mexa por 5 minutos ou até desmanchar; 
- Acrescente o restante da maionese e o cheiro verde, misture e reserve; 
- Em um refratário, coloque uma camada do purê de mandioca reservado, cubra com uma camada de salmão e finalize com o restante do purê de mandioca; 
- Polvilhe o queijo ralado e leve ao forno por 10 minutos ou até dourar levemente; 
Sirva em seguida. 

SOPA DE SALMÂO E COUVE FLOR 

Ingredientes 

1 couve-flor grande 
1,2 litros de caldo de legumes ou água 
½ copo de creme de leite fresco 
1 pedaço de filé de salmão 
Sal e pimenta a gosto 
1 colher de sopa de endro fresco, e mais um pouco para enfeitar

Modo de preparo

- Corte a couve flor retirando os caules mais duros e as folhas. Lave as flores e se estiverem muito grandes, corte-as em pedaços um pouco menores. Ponha-os numa panela grande, com o caldo de legumes (ou a água). Salgue levemente e leve ao fogo. Ferva por uns 25 minutos ou até a couve-flor estar macia na ponta da faca. 
- Quando a couve-flor estiver cozida, desligue o fogo. Com uma escumadeira, retire os pedaços do legume, deixando a água do cozimento na panela, e ponha-os na vasilha do processador junto com o endro. Com uma concha, acrescente um pouco do liquido de cozimento e processe até formar um creme homogêneo. Ponha mais um pouco do liquido de cozimento até a sopa estar cremosa. Reserve. - Corte o filé de salmão em tiras grossas. Tempere com sal e pimenta. Aqueça uma chapa ou um grill. Grelhe os pedaços de salmão 2 minutos de cada lado. O salmão tem que estar ainda um pouco cru por dentro. Ele acabará de cozinhar com o calor da sopa. Grelhe todos os pedaços e reserve num prato coberto com papel alumínio enquanto esquenta a sopa. 
- Ponha a sopa numa panela. Acrescente o creme de leite e tempere com sal e pimenta. Leve ao fogo somente até aquecer a sopa. Apague o fogo, junte os pedaços de salmão partidos em pedaços grandes e sirva imediatamente, enfeitando com um pouco de endro picado. 

ESPAGUETE AO MOLHO DE SALMÃO DEFUMADO 

Ingredientes 

500 g de espaguete 
500 g de salmão defumado 
1/2 litro de creme de leite 250 ml de vinho branco seco 
1/2 cebola picada 
Noz-moscada a gosto Sal refinado a gosto 
100 g de manteiga 

Modo de preparo 

Cozinhe, escorra o espaguete e reserve; Em uma panela refogue a cebola na manteiga; Adicione o vinho e deixe evaporar; Adicione o creme de leite e o salmão cortado em cubos finos; Acrescente a noz moscada em pó; Corrija o sal e adicione o talharim; Aqueça um pouco e sirva a seguir; Pode ser decorado com salsinha picada

Fotos: Divulgação/ Salmón de Chile

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os benefícios da caminhada

Fernanda Santiago
Existem inúmeras atividades físicas, mas a caminhada tem a menor taxa de abandono de todos eles. É simples e a mudança positiva que você pode fazer para efetivamente melhorar sua saúde cardíaca. Praticar a caminhada por pelo menos 30 minutos por dia pode ajudá-lo: Reduzir o risco de doença cardíaca coronáriaMelhorar a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangueMelhorar o perfil lipídico no sangueManter o peso corporal e diminuir o risco de obesidadeMelhorar o bem estar mentalReduzir o risco de osteoporoseReduzir o risco de câncer de mama e de cólonReduzir o risco de não insulino-dependente (tipo 2) diabetes

São muitos benefícios para uma atividade tão simples. Se você mora perto da praia, melhor ainda. Se não tem uma praia próxima, procure um parque.  Caminhe, respire fundo e aprecie tudo ao redor. O corpo agradece!

Terminou a folia!

Terminou a folia;  não tirei a fantasia;  só transmito alegria; nada de melancolia. Sou Palhaço! Meus nervos são de aço. com meus versos,  meus sentimentos disfarço.  Sou Palhaço! Com nariz avermelhado; sapato pontiagudo; roupa colorida: No picadeiro,  a platéia alegro;  não iludo - convenço. Assim, conduzo a vida sem perder o compasso... Sou Palhaço! Sou Palhaço! 
13/02/2018 Luiz Augusto da Silva Olimpia - São Paulo

A tradicional sopa de cebola francesa

Fernanda Santiago Valente Quem é que não gosta de uma sopa no tempo frio? Aqui no Brasil, muitos recomendam a sopa de cebola para quem está com dor de garganta ou gripado. Eu vou além. Amo todos os tipos de cremes e sopas, mas a de cebola tem um sabor especial. A sopa tradicional da cozinha parisiense merece toda a atenção.Algumas lendas da França afirmam que a sopa de cebola foi inventada por Louis XV, quando passavam por uma crise. Ele só tinha cebolas, manteiga e champanhe como alimentos, assim como toda a população de baixa renda. A receita ganhou novos temperos ao decorrer dos anos e conseguiu conquistar todo o mundo, principalmente nós brasileiros, pois amamos nos deliciar com uma sopinha nos períodos frios, não é mesmo? Ainda nas tradições parisienses, a sopa serve para alimentar também as emoções do dia do tão sonhado casamento. Eles tem o hábito de consumir a sopa após a festa. Isso se repete também em grandes eventos. Se por acaso acordarem de ressaca, também consomem a sopa,…