Pular para o conteúdo principal

Malala, a menina mais corajosa do mundo

Se por um lado vemos inúmeros homens bombas, morrendo e matando em nome de Deus. Por outro, vemos um perfil de mulçumanos que são equilibrados e preocupados com a atualidade. É o caso do pai da Malala, dono e diretor de uma escola para meninas.
Neste livro, a história é contada pela jornalista italiana Viviana Mazza, premiada e correspondente estrangeira do mais importante jornal italiano, o Corriere dela Sera . Através de pesquisas e documentários, ela reescreve a história de Malala a partir do momento que levou um tiro, aos 14 anos de idade. É a partir desse acontecimento que Malala e sua família ganha mais força para conquistar seus direitos. 
A autora mostra que nem todos os muçulmanos são radicais e extremistas. Muitos morrem porque querem ter liberdade. Malala sobreviveu, mas muitas pessoas que procuram ter uma vida livre como a nossa, são perseguidos. As pessoas matam pela religião e mulheres são extremamente proibidas de pensar. Só que elas pensam e muitos já aceitam isso e lutam cada vez mais para obterem o poder de escolha.
Malala faz parte de uma família afetiva, o pai dela valoriza a sua vontade de estudar e a incentiva. Outras famílias também seguem a mesma ideia, mas vivem o tempo todo com medo porque sabem que podem morrer a qualquer momento. É preciso muita coragem para mudar o comportamento e principalmente, o pensamento de uma cultura que prende e manipula. Malala e outras meninas querem ler, escrever, aprender, trabalhar...
Agora quero ler o livro “Eu sou Malala”, escrito pela própria dona da história, onde já não é mais conhecida como a menina que levou um tiro, mas que soube enfrentar seus medos e seguir, conquistando e influenciando todo o mundo.
Livro: Malala – A menina mais corajosa do mundo
Autora: Viviana Mazza
Editora: Agir

Rio de Janeiro, 2013. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Psicologia, Autoconhecimento e Autoestima: O reflexo de tudo

Por Fernanda Valente


No módulo de Psicologia do Desenvolvimento: quadros clínicos, da minha pós em Educação Especial e inclusiva, com a Dra. Patrícia Widmer, aprendi que estamos aqui neste mundo para problematizar as coisas e que o desafio da realidade é sempre diferente dos nossos planos. O que é o desenvolvimento e como ele acontece? Nosso senso comum faz parte da Psicologia. Este senso faz parte do nosso desenvolvimento. A Psicologia faz parte disso tudo. São os conhecimentos acumulado, intuitivo, espontâneo, vida prática, situações do nosso cotidiano que são diferentes do conhecimento cientifico: realidade e abstração. A Psicologia começou com a Filosofia a partir de questões existenciais. Nossa mente está relacionada a nossa psiquê, nossa alma, o inconsciente. Faz parte do cérebro, mas não estamos vendo. Ela está relacionada às nossas fantasias, devaneios, brincadeiras, imaginação, etc. É um conhecimento que acumulamos através das nossas vivências. A Psicologia vai estudar o ser h…

Dedicação e Amor

Por Luiz Augusto da Silva
Quando ainda menino Os estudos iniciava Sempre muito animada Minha avó me incentiva. Fazia tudo com carinho Do fundo do coração  Fortalecida pelo amor Com muita dedicação.  Preparava minha merenda Pãezinhos com goiabada Um prazer muito grande Na sua voz eu notava. Seguia-me ao portão  Até eu virar a esquina Seguindo o meu caminho Para uma escola pequenina. Durante a minha infância  Nunca vi nada igual O seu amor é bondade Transcediam ao natural. Hoje mais uma vez Relembrando o seu amor Com saudades faço votos: Que no seu descanso eterno Hajam hinos de louvor.
Agosto/2008 In Memorian: Henriqueta Maria  da Silva. (avó materna)

Na Medida Certa

Por Luiz Augusto da Silva

Ouça a voz do coração Voa com leveza Prova melhores sabores Sinta perfume das flores Tenha muitos amores Exercita a gratidão Elimina a tristeza Viva com realeza.
23/06/2017