Pular para o conteúdo principal

Malala, a menina mais corajosa do mundo

Fernanda Santiago

Se por um lado vemos inúmeros homens bombas, morrendo e matando em nome de Deus. Por outro, vemos um perfil de muçulmanos que são equilibrados e preocupados com a atualidade. É o caso do pai da Malala, dono e diretor de uma escola para meninas.
Neste livro, a história é contada pela jornalista italiana Viviana Mazza, premiada e correspondente estrangeira do mais importante jornal italiano, o Corriere dela Sera . Através de pesquisas e documentários, ela reescreve a história de Malala a partir do momento que levou um tiro, aos 14 anos de idade. É a partir desse acontecimento que Malala e sua família ganham mais forças para conquistar seus direitos. 
A autora mostra que nem todos os muçulmanos são radicais e extremistas. Muitos morrem porque querem ter liberdade. Malala sobreviveu, mas muitas pessoas que procuram ter uma vida livre como a nossa, são perseguidos. As pessoas matam pela religião e mulheres são extremamente proibidas de pensar. Só que elas pensam e muitos já aceitam isso e lutam cada vez mais para obterem o poder de escolha.
Malala faz parte de uma família afetiva, o pai dela valoriza a sua vontade de estudar e a incentiva. Outras famílias também seguem a mesma ideia, mas vivem o tempo todo com medo porque sabem que podem morrer a qualquer momento. É preciso muita coragem para mudar o comportamento e principalmente, o pensamento de uma cultura que prende e manipula. Malala e outras meninas querem ler, escrever, aprender, trabalhar...
Agora quero ler o livro “Eu sou Malala”, escrito pela própria dona da história, onde já não é mais conhecida como a menina que levou um tiro, mas que soube enfrentar seus medos e seguir, conquistando e influenciando todo o mundo.
Livro: Malala – A menina mais corajosa do mundo
Autora: Viviana Mazza
Editora: Agir

Rio de Janeiro, 2013. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Acredite!

Por Fernanda Santiago


Está sem motivação? Perdeu a direção? Não ousa mais sonhar? Pare, respire e viva. Cerque-se de pessoas alegres, essas tem o poder de influenciar nossas vidas de uma maneira extraordinária. O mundo está muito carente de alegria. Por isso, comece por você. Mude os velhos hábitos. Pare de reclamar! Ouse! Hoje, acorde cedo, faça uma caminhada, converse com alguém que nunca viu, distribua sorrisos. Enfim, comunique-se de uma maneira especial, sendo você mesmo. Não rejeite as pessoas. Encontre em cada olhar algo lindo de se ver. Não sinta medo de conhecer alguém. Cada pessoa é única e possui histórias maravilhosas para serrem contadas e ouvidas. Eu gosto muito de conversar com os idosos, são pessoas carentes, que viveram muito e o que eles tem a oferecer são suas histórias de vidas. Hoje não é como ontem e o amanhã não será como hoje. As pessoas mudam. O tempo corre. Mas não deixe que o tempo o controle. Viva e pronto! Trabalhe com paixão mesmo que o seu emprego não seja o…

ORAÇÃO PELA PÁTRIA

Por Luiz Augusto da Silva
Querido povo brasileiro, só mesmo a oração e a bondade  divinal poderá  moralizar a crise política nacional e dar ao Brasil proteção total! Oremos: Senhor faça o gigante pela  própria natureza,  adormecido em berço esplêndido,  despertar deste atual pesadelo.  Ilumina aos nossos  representantes  para que tenham pela  nossa nação  mais respeito e maior zelo.  Façamos à Deus nosso apelo para sairmos   deste cruel desmantelo. Senhor, livrai-nos do homem corruptor  e das garras do leão devorador.  Faça o povo brasileiro ordeiro  e livre do jugo estrangeiro . Amém!
Uma reflexão para o atual momento!

TDAH: uma forma diferente de ver o mundo

Fernanda Santiago
O TDAH é um transtorno que inclui dificuldade de atenção, hiperatividade e impulsividade. Em geral, os sintomas começam na infância e podem persistir na vida adulta. Por ser um transtorno com característica genética, não tem cura. Porém, antes de rotular qualquer TDAH são pessoas que possuem inteligência e habilidades como as outras.  Achei este vídeo abaixo muito interessante. É muito difícil impor um padrão para o TDAH. Para os educares, seria muito bom prestar atenção na maneira que eles tentam se comunicar. O menininho do vídeo mostra grande interesse pela música. Será que os pais e os educadores estão preparados para perceber as habilidades e o interesse dessas crianças? Vale a pena conferir! Além disso, também há tratamentos através de medicamentos e da psicoterapia.