Pular para o conteúdo principal

Oba! Hoje é dia do sorvete!


A primavera chegou com cara de verão e para comemorar, que tal um sorvete? Você sabia que o sorvete existe há mais de 3000 anos. Ele foi inventado pelos chineses, que na época misturavam gelo da neve com frutas. A técnica foi passada para os árabes e logo mais para os franceses. 
O sorvete, antes da existência do freezer, era consumido na hora, uma mistura de gelo com frutas. Só mais tarde que foi ganhando novos sabores e mistura com leite, dando a textura que é hoje: sorvete de palito, na casquinha de massa... o bom mesmo é saborear as mais variadas novidades que existe hoje. O sorvete a cada dia ganha uma cara nova, é o caso do Zena Café, que oferece um drinque com sorvete, O Sgroppino do limoncello que custa entre R$ 18,00 e R$ 26,00 e o Spritz com sorvete de limão, também nos mesmos valores. Vale à pena experimentar!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Psicologia, Autoconhecimento e Autoestima: O reflexo de tudo

Por Fernanda Valente


No módulo de Psicologia do Desenvolvimento: quadros clínicos, da minha pós em Educação Especial e inclusiva, com a Dra. Patrícia Widmer, aprendi que estamos aqui neste mundo para problematizar as coisas e que o desafio da realidade é sempre diferente dos nossos planos. O que é o desenvolvimento e como ele acontece? Nosso senso comum faz parte da Psicologia. Este senso faz parte do nosso desenvolvimento. A Psicologia faz parte disso tudo. São os conhecimentos acumulado, intuitivo, espontâneo, vida prática, situações do nosso cotidiano que são diferentes do conhecimento cientifico: realidade e abstração. A Psicologia começou com a Filosofia a partir de questões existenciais. Nossa mente está relacionada a nossa psiquê, nossa alma, o inconsciente. Faz parte do cérebro, mas não estamos vendo. Ela está relacionada às nossas fantasias, devaneios, brincadeiras, imaginação, etc. É um conhecimento que acumulamos através das nossas vivências. A Psicologia vai estudar o ser h…

Dedicação e Amor

Por Luiz Augusto da Silva
Quando ainda menino Os estudos iniciava Sempre muito animada Minha avó me incentiva. Fazia tudo com carinho Do fundo do coração  Fortalecida pelo amor Com muita dedicação.  Preparava minha merenda Pãezinhos com goiabada Um prazer muito grande Na sua voz eu notava. Seguia-me ao portão  Até eu virar a esquina Seguindo o meu caminho Para uma escola pequenina. Durante a minha infância  Nunca vi nada igual O seu amor é bondade Transcediam ao natural. Hoje mais uma vez Relembrando o seu amor Com saudades faço votos: Que no seu descanso eterno Hajam hinos de louvor.
Agosto/2008 In Memorian: Henriqueta Maria  da Silva. (avó materna)

Na Medida Certa

Por Luiz Augusto da Silva

Ouça a voz do coração Voa com leveza Prova melhores sabores Sinta perfume das flores Tenha muitos amores Exercita a gratidão Elimina a tristeza Viva com realeza.
23/06/2017