Pular para o conteúdo principal

Uma vida organizada é muito mais leve

 Fernanda Santiago


Não sou uma especialista em organização, mas há uns cinco anos tenho dado prioridade em manter a vida mais organizada e isso faz muito bem pra mim e para todos que estão ao meu redor.  Lógico, que às vezes me perco, mas recomeço. Como é o meu novo sistema para organizar a vida?

1.       Casa: Varrer, tirar o pó, não deixar louça na pia, limpar o banheiro são prioridades de todos os dias. Lavo roupas duas vezes por semana e separo dias para organizar algum armário, gavetas e etc. O importante é saber onde tudo está, pois a vida fica mais leve. Casa bagunçada significa mente bagunçada. Não é bom.
2.       Cartão de crédito: não uso e também não faço contas. A prioridade no momento é guardar para poder investir (em sonhos pessoais). Já fui muito desastrada com contas e hoje fujo das dívidas.
3.       Panilhas: É muito bom ter no seu computador ou aparelho de celular um controle dos seus gastos, aqueles que são fixos, como contas de telefone, aluguel, mensalidade de um curso, compras, e equilibrar sempre o que entra e sai de dinheiro. Jamais gastar com superfluo.
4.       Pastas coloridas: Gosto de usá-las para separar documentos e contas. Um exemplo: a pasta vermelha é para as contas que precisam ser pagas, na azul, coloco as contas pagas. Na rosa, coloco exames e receitas médicas, na amarela, certificados e assim por diante...
5.       Listas: Eu não sou uma pessoa que consegue guardar tudo o que tenho que fazer na mente. Por isso, faço uma lista de prioridades. Anoto logo pela manhã, tudo o que tenho que fazer no dia, desde pagar uma conta, até fazer compras. Isso ajuda muito. Se eu tiver que telefonar para um amigo, eu também anoto.
6.       Saude: Estou começando a focar agora nos habitos alimentares e exercícios físicos. Também são tarefas muito importantes para manter a vida mais equilibrada e organizada. Eu não dava importancia para isso.
7.       Revisão: Toda noite revejo a lista e o que se de repente deixei de fazer algo por algum imprevisto, concluo no dia seguinte.

Essas são só algumas dicas pessoais. Espero que goste!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enfeites de Natal em potes, vasos e garrafas de vidro

Pra quem ama artesanato e enfeitar a casa para o Natal, a hora é agora. Deixo abaixo algumas dicas para fazer com taças, garrafas, potes e vasos de vidro: 


















TDAH: uma forma diferente de ver o mundo

Fernanda Santiago
O TDAH é um transtorno que inclui dificuldade de atenção, hiperatividade e impulsividade. Em geral, os sintomas começam na infância e podem persistir na vida adulta. Por ser um transtorno com característica genética, não tem cura. Porém, antes de rotular qualquer TDAH são pessoas que possuem inteligência e habilidades como as outras.  Achei este vídeo abaixo muito interessante. É muito difícil impor um padrão para o TDAH. Para os educares, seria muito bom prestar atenção na maneira que eles tentam se comunicar. O menininho do vídeo mostra grande interesse pela música. Será que os pais e os educadores estão preparados para perceber as habilidades e o interesse dessas crianças? Vale a pena conferir! Além disso, também há tratamentos através de medicamentos e da psicoterapia. 

Atypical, o que você precisa saber sobre o autismo

Fernanda Santiago Valente Você quer saber um pouco mais como é a vida de um garoto com o transtorno do espectro autista que está entrando na vida adulta? Para isso vale a pena assistir a série Atypical que está na Netflix desde o começo do mês de agosto. Não tem como não se apaixonar pelo personagem Sam, que está na fase de descobertas e quer arranjar uma namorada. É nessa busca pela paixão que se desenrola a história. Vamos entender como funciona a sua personalidade e como a situação afeta aqueles que estão ao seu redor. Algo muito interessante a se observar é a relação dele com a psicóloga. Sam se apaixona por ela. Isso é muito comum acontecer com paciente e profissional de sexos opostos, geralmente os pacientes que tem algum tipo de transtorno sempre se apaixonam por seus psicólogos.


Sam, apresentando os sintomas mais nítidos do espectro autista é um adolescente que tem sentimentos como qualquer outro. A única diferença é que seus sentimentos não são interpretados de forma comum. O ro…