Pular para o conteúdo principal

“Literatura de desbunde” é tema de episódio inédito da série ‘Super Libris’

Foto: Piu Dip
O que foi e o que seria “literatura de desbunde”? Ela ainda existe? Essas e outras perguntas são discutidas pelo escritor, jornalista e roteirista gaúcho Luiz Carlos Maciel no episódio inédito Letras Desbundadas, da série Super Libris. O autor aborda o tema no dia 29/8, segunda, às 21h, no SescTV (assista também em sesctv.org.br/avivo), com direção do escritor, cineasta e jornalista José Roberto Torero.

Nascido em Porto Alegre – RS, em 1938, Maciel ficou conhecido como o “guru da contracultura brasileira” no final dos anos de 1960 e início dos 1970, quando escrevia sobre movimentos alternativos culturais para a coluna Underground, do jornal O Pasquim, que ajudou a fundar. O escritor lembra que naquele período muitas pessoas descobriram a “literatura de desbunde”, cuja principal característica era não seguir normas literárias estabelecidas pela sociedade, era completamente livre. “Quando eu descobri que existia a liberdade, eu fiquei encantado”, expõe.

O escritor conta que a “literatura de desbunde” nasceu do Beat Generation, movimento literário surgido nos Estados Unidos no final da década de 1950 e início da de 1960 e deu origem ao movimento hippie. Maciel menciona o escritor norte-americano Jack Kerouac (1922 – 1969) como um dos ícones desse tipo de texto. No Brasil, ele cita o livro PanAmérica (1967), de José Agrippino de Paula, como obra tipicamente “de desbunde”. 

Além disso, Maciel comenta sobre o uso de drogas, como o álcool, por alguns escritores; sobre o consumo dessas substâncias ter ajudado ou atrapalhado a escrita no período do movimento da contracultura; e sobre o que restou da “literatura de desbunde” e sua importância nos dias de hoje.

O escritor participa também dos quadros Pé de Página, no qual responde sobre onde, como e porque escreve, e do Primeira Impressão, em que sugere o livro de ficção Valis, do norte-americano Philip K. Dick. O episódio traz ainda os quadros: Orelhas, sobre os escritores alemães Hermann Hesse e Charles Bukowski, este viveu e morreu nos Estados Unidos; Prefácio, com Dolores Prades, consultora editorial na área de literatura para crianças e jovens, que indica o livro Juca e Chico – História de Dois Meninos em Sete Travessuras, do também alemão Wilhelm Busch; Quarta Capa, com a vlogger Amanda Azevedo, do blog Lendo e Comentando, que fala sobre o livro Misto Quente, de Charles Bukowski; e Ptolomeus, sobre a Mototeca e Bicicloteca, projeto social que tem como objetivo estimular a leitura de motoboys, situado no bairro de Pinheiros, na capital paulista.

O superlibris.sesctv.org.br, que disponibiliza todos os episódios da série; as 52 entrevistas com autores; e todos os quadros, já editados separadamente para facilitar a consulta.

SERVIÇO:

Super Libris
Letras Desbundadas
Estreia: 29/8, segunda, às 21h
Reapresentações: 30/8, terça, às 9h e às 17h; 1/9, quinta, às 15h; 2/9, sexta, às 9h30 e às 17h30, 4/9, domingo, às 6h e às 14h30; e 5/9, segunda, às 16h.
Classificação indicativa: 12 anos
Direção Geral: José Roberto Torero
Produção: Padaria de Textos
Duração: 27’21’’

Para sintonizar o SescTV:
Canal 128, da Oi TV
Ou consulte sua operadora
Assista também online em sesctv.org.br/aovivo
Siga o SescTV no twitter: http://twitter.com/sesctv
E no facebook: https: facebook.com/sesctv

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Psicologia, Autoconhecimento e Autoestima: O reflexo de tudo

Por Fernanda Valente


No módulo de Psicologia do Desenvolvimento: quadros clínicos, da minha pós em Educação Especial e inclusiva, com a Dra. Patrícia Widmer, aprendi que estamos aqui neste mundo para problematizar as coisas e que o desafio da realidade é sempre diferente dos nossos planos. O que é o desenvolvimento e como ele acontece? Nosso senso comum faz parte da Psicologia. Este senso faz parte do nosso desenvolvimento. A Psicologia faz parte disso tudo. São os conhecimentos acumulado, intuitivo, espontâneo, vida prática, situações do nosso cotidiano que são diferentes do conhecimento cientifico: realidade e abstração. A Psicologia começou com a Filosofia a partir de questões existenciais. Nossa mente está relacionada a nossa psiquê, nossa alma, o inconsciente. Faz parte do cérebro, mas não estamos vendo. Ela está relacionada às nossas fantasias, devaneios, brincadeiras, imaginação, etc. É um conhecimento que acumulamos através das nossas vivências. A Psicologia vai estudar o ser h…

Dedicação e Amor

Por Luiz Augusto da Silva
Quando ainda menino Os estudos iniciava Sempre muito animada Minha avó me incentiva. Fazia tudo com carinho Do fundo do coração  Fortalecida pelo amor Com muita dedicação.  Preparava minha merenda Pãezinhos com goiabada Um prazer muito grande Na sua voz eu notava. Seguia-me ao portão  Até eu virar a esquina Seguindo o meu caminho Para uma escola pequenina. Durante a minha infância  Nunca vi nada igual O seu amor é bondade Transcediam ao natural. Hoje mais uma vez Relembrando o seu amor Com saudades faço votos: Que no seu descanso eterno Hajam hinos de louvor.
Agosto/2008 In Memorian: Henriqueta Maria  da Silva. (avó materna)

Na Medida Certa

Por Luiz Augusto da Silva

Ouça a voz do coração Voa com leveza Prova melhores sabores Sinta perfume das flores Tenha muitos amores Exercita a gratidão Elimina a tristeza Viva com realeza.
23/06/2017