Pular para o conteúdo principal

Fechando as brechas

(sexta devocional C3 Church Santos)

“Mas aí eu lhes disse: — Vejam como é difícil a nossa situação! A cidade de Jerusalém está em ruínas, e os seus portões foram destruídos. Vamos construir de novo as muralhas da cidade e acabar com essa vergonha. Então contei a eles como Deus havia me abençoado e me ajudado. E também contei o que o rei me tinha dito. Eles disseram: — Vamos começar a reconstrução!E se aprontaram para começar o trabalho.” (Neemias 2:17-18)


Por Agaci e Fabiano

A nação de Israel havia se afastado de Deus e se voltado para a idolatria. Depois de inúmeras advertências dos profetas, Jerusalém foi invadida e destruída, e o povo foi levado cativo para a Babilônia. O cativeiro durou 70 anos, como fora profetizado por Jeremias. No ano 538 A.C., Ciro, rei da Pérsia, permitiu ao povo regressar e iniciar a reconstrução do templo.

Neemias significa “aquele a quem Jeová conforta”. Ele tipifica o Espírito Santo, intercedendo por nós e nos dirigindo para que a obra divina na nossa vida seja completada. Quando Neemias soube do estado de Jerusalém, buscou ajuda do Senhor em oração, o estado daquela cidade era motivo de vergonha.  Somos como Jerusalém: templos do Senhor – e o templo já estava reconstruído – , lugar de sua habitação – carregamos o seu nome. O Pai deseja a nossa restauração e libertação, individualmente e como igreja. Entretanto, uma cidade sem muros está sujeita à invasão do inimigo; está sem controle. Antes de qualquer ação no interior da cidade, os muros precisavam ser fechados.

O livro de Neemias trata da reconstrução dos muros e portas da cidade..
Quantas vezes nos deparamos igual a cidade de Jerusalém?  Com muros derrubados, ou seja, áreas de nossas vidas ou não percebemos que à brechas em nosso muro (vida), como fofocas, contendas, mentiras, pornografia, adultério, momentos  em que damos vantagem para o diabo agir em nossas vidas.

Alguns  pontos para fecharmos as brechas em nossa vida:

1- Identificar as brechas : Neemias 1:4 
Para fechar as brechas de nossas vidas é necessário identificarmos onde elas estão. Na vida conjugal, profissional, ministerial, muitas vezes deixamos que esses buracos se formem em nossas vidas sem que percebamos. Quem nunca ouviu ou falou: "É só uma mentirinha..." com isso já cavamos um buraco e não nos demos conta.

2- Dependência/pedir ajuda a Deus: Neemias 1 : 5-7
Quando identificamos as brechas em nossos muros (vida) o segundo passo é pedir ajuda para Deus, é confessar nossos erros, pedirmos perdão e nos tornarmos totalmente dependentes dEle.
Pedro nos ensinou que ainda que caminhando com Jesus, teve um momento em que a mentira se aproximou dele, ele negou seu amigo, só que depois veio o arrependimento e o perdão de Jesus para com seu amigo Pedro.
Sabemos que é difícil sermos totalmente dependentes de Deus, muitas vezes queremos tomar as rédeas de nossas vidas e  nossas próprias decisões, queremos ouvir respostas de acordo com a nossa vontade e não com a do nosso Pai. Que possamos aprender, dia apos dia a sermos dependentes dEle, deixarmos ser guiados por Ele.

3- Atitudes: Neemias 3:3 
Temos que agir para fechar essas brechas e não deixar que elas se abram novamente, mas como?
Renunciando ao pecado todos os dias, orando, jejuando, lendo a palavra. Intimidade com o Pai, quando estamos mais intimos dEle, não deixamos espaço para o pecado nos diminuir, deixamos Cristo crescer em nos. Quando pertimitimos que Deus haja em nós conseguimos com que as brechas nunca mais sejam abertas.

Assim como Neemias orou e jejuou, vamos aproveitar esse momento de jejum e oração para analisar o muro de nossa cidade (vida). Vamos identificar as brechas, pedir ajuda a Deus com total dependência e fechar essas brechas.

O Senhor deseja que todas as brechas que possam existir em nossa vida sejam completamente fechadas!




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terminou a folia!

Terminou a folia;  não tirei a fantasia;  só transmito alegria; nada de melancolia. Sou Palhaço! Meus nervos são de aço. com meus versos,  meus sentimentos disfarço.  Sou Palhaço! Com nariz avermelhado; sapato pontiagudo; roupa colorida: No picadeiro,  a platéia alegro;  não iludo - convenço. Assim, conduzo a vida sem perder o compasso... Sou Palhaço! Sou Palhaço! 
13/02/2018 Luiz Augusto da Silva Olimpia - São Paulo

Os benefícios da caminhada

Fernanda Santiago
Existem inúmeras atividades físicas, mas a caminhada tem a menor taxa de abandono de todos eles. É simples e a mudança positiva que você pode fazer para efetivamente melhorar sua saúde cardíaca. Praticar a caminhada por pelo menos 30 minutos por dia pode ajudá-lo: Reduzir o risco de doença cardíaca coronáriaMelhorar a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangueMelhorar o perfil lipídico no sangueManter o peso corporal e diminuir o risco de obesidadeMelhorar o bem estar mentalReduzir o risco de osteoporoseReduzir o risco de câncer de mama e de cólonReduzir o risco de não insulino-dependente (tipo 2) diabetes

São muitos benefícios para uma atividade tão simples. Se você mora perto da praia, melhor ainda. Se não tem uma praia próxima, procure um parque.  Caminhe, respire fundo e aprecie tudo ao redor. O corpo agradece!

A tradicional sopa de cebola francesa

Fernanda Santiago Valente Quem é que não gosta de uma sopa no tempo frio? Aqui no Brasil, muitos recomendam a sopa de cebola para quem está com dor de garganta ou gripado. Eu vou além. Amo todos os tipos de cremes e sopas, mas a de cebola tem um sabor especial. A sopa tradicional da cozinha parisiense merece toda a atenção.Algumas lendas da França afirmam que a sopa de cebola foi inventada por Louis XV, quando passavam por uma crise. Ele só tinha cebolas, manteiga e champanhe como alimentos, assim como toda a população de baixa renda. A receita ganhou novos temperos ao decorrer dos anos e conseguiu conquistar todo o mundo, principalmente nós brasileiros, pois amamos nos deliciar com uma sopinha nos períodos frios, não é mesmo? Ainda nas tradições parisienses, a sopa serve para alimentar também as emoções do dia do tão sonhado casamento. Eles tem o hábito de consumir a sopa após a festa. Isso se repete também em grandes eventos. Se por acaso acordarem de ressaca, também consomem a sopa,…