Pular para o conteúdo principal

Fechando as brechas

(sexta devocional C3 Church Santos)

“Mas aí eu lhes disse: — Vejam como é difícil a nossa situação! A cidade de Jerusalém está em ruínas, e os seus portões foram destruídos. Vamos construir de novo as muralhas da cidade e acabar com essa vergonha. Então contei a eles como Deus havia me abençoado e me ajudado. E também contei o que o rei me tinha dito. Eles disseram: — Vamos começar a reconstrução!E se aprontaram para começar o trabalho.” (Neemias 2:17-18)


Por Agaci e Fabiano

A nação de Israel havia se afastado de Deus e se voltado para a idolatria. Depois de inúmeras advertências dos profetas, Jerusalém foi invadida e destruída, e o povo foi levado cativo para a Babilônia. O cativeiro durou 70 anos, como fora profetizado por Jeremias. No ano 538 A.C., Ciro, rei da Pérsia, permitiu ao povo regressar e iniciar a reconstrução do templo.

Neemias significa “aquele a quem Jeová conforta”. Ele tipifica o Espírito Santo, intercedendo por nós e nos dirigindo para que a obra divina na nossa vida seja completada. Quando Neemias soube do estado de Jerusalém, buscou ajuda do Senhor em oração, o estado daquela cidade era motivo de vergonha.  Somos como Jerusalém: templos do Senhor – e o templo já estava reconstruído – , lugar de sua habitação – carregamos o seu nome. O Pai deseja a nossa restauração e libertação, individualmente e como igreja. Entretanto, uma cidade sem muros está sujeita à invasão do inimigo; está sem controle. Antes de qualquer ação no interior da cidade, os muros precisavam ser fechados.

O livro de Neemias trata da reconstrução dos muros e portas da cidade..
Quantas vezes nos deparamos igual a cidade de Jerusalém?  Com muros derrubados, ou seja, áreas de nossas vidas ou não percebemos que à brechas em nosso muro (vida), como fofocas, contendas, mentiras, pornografia, adultério, momentos  em que damos vantagem para o diabo agir em nossas vidas.

Alguns  pontos para fecharmos as brechas em nossa vida:

1- Identificar as brechas : Neemias 1:4 
Para fechar as brechas de nossas vidas é necessário identificarmos onde elas estão. Na vida conjugal, profissional, ministerial, muitas vezes deixamos que esses buracos se formem em nossas vidas sem que percebamos. Quem nunca ouviu ou falou: "É só uma mentirinha..." com isso já cavamos um buraco e não nos demos conta.

2- Dependência/pedir ajuda a Deus: Neemias 1 : 5-7
Quando identificamos as brechas em nossos muros (vida) o segundo passo é pedir ajuda para Deus, é confessar nossos erros, pedirmos perdão e nos tornarmos totalmente dependentes dEle.
Pedro nos ensinou que ainda que caminhando com Jesus, teve um momento em que a mentira se aproximou dele, ele negou seu amigo, só que depois veio o arrependimento e o perdão de Jesus para com seu amigo Pedro.
Sabemos que é difícil sermos totalmente dependentes de Deus, muitas vezes queremos tomar as rédeas de nossas vidas e  nossas próprias decisões, queremos ouvir respostas de acordo com a nossa vontade e não com a do nosso Pai. Que possamos aprender, dia apos dia a sermos dependentes dEle, deixarmos ser guiados por Ele.

3- Atitudes: Neemias 3:3 
Temos que agir para fechar essas brechas e não deixar que elas se abram novamente, mas como?
Renunciando ao pecado todos os dias, orando, jejuando, lendo a palavra. Intimidade com o Pai, quando estamos mais intimos dEle, não deixamos espaço para o pecado nos diminuir, deixamos Cristo crescer em nos. Quando pertimitimos que Deus haja em nós conseguimos com que as brechas nunca mais sejam abertas.

Assim como Neemias orou e jejuou, vamos aproveitar esse momento de jejum e oração para analisar o muro de nossa cidade (vida). Vamos identificar as brechas, pedir ajuda a Deus com total dependência e fechar essas brechas.

O Senhor deseja que todas as brechas que possam existir em nossa vida sejam completamente fechadas!




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enfeites de Natal em potes, vasos e garrafas de vidro

Pra quem ama artesanato e enfeitar a casa para o Natal, a hora é agora. Deixo abaixo algumas dicas para fazer com taças, garrafas, potes e vasos de vidro: 


















TDAH: uma forma diferente de ver o mundo

Fernanda Santiago
O TDAH é um transtorno que inclui dificuldade de atenção, hiperatividade e impulsividade. Em geral, os sintomas começam na infância e podem persistir na vida adulta. Por ser um transtorno com característica genética, não tem cura. Porém, antes de rotular qualquer TDAH são pessoas que possuem inteligência e habilidades como as outras.  Achei este vídeo abaixo muito interessante. É muito difícil impor um padrão para o TDAH. Para os educares, seria muito bom prestar atenção na maneira que eles tentam se comunicar. O menininho do vídeo mostra grande interesse pela música. Será que os pais e os educadores estão preparados para perceber as habilidades e o interesse dessas crianças? Vale a pena conferir! Além disso, também há tratamentos através de medicamentos e da psicoterapia. 

Atypical, o que você precisa saber sobre o autismo

Fernanda Santiago Valente Você quer saber um pouco mais como é a vida de um garoto com o transtorno do espectro autista que está entrando na vida adulta? Para isso vale a pena assistir a série Atypical que está na Netflix desde o começo do mês de agosto. Não tem como não se apaixonar pelo personagem Sam, que está na fase de descobertas e quer arranjar uma namorada. É nessa busca pela paixão que se desenrola a história. Vamos entender como funciona a sua personalidade e como a situação afeta aqueles que estão ao seu redor. Algo muito interessante a se observar é a relação dele com a psicóloga. Sam se apaixona por ela. Isso é muito comum acontecer com paciente e profissional de sexos opostos, geralmente os pacientes que tem algum tipo de transtorno sempre se apaixonam por seus psicólogos.


Sam, apresentando os sintomas mais nítidos do espectro autista é um adolescente que tem sentimentos como qualquer outro. A única diferença é que seus sentimentos não são interpretados de forma comum. O ro…