Pular para o conteúdo principal

Deus te dá uma segunda chance

Por Fernanda Santiago


Você já teve a sua energia corporal e emocional totalmente sugada? Por algum motivo se entregou às fraquezas, ao medo, à solidão. Depois que abri a minha caixa de sonhos estou tentando recuperar o tempo que perdi para me sentir viva novamente. O escritor e teólogo Howard Thurman, fundador da Igreja Cultural dos EUA tinha uma ótima reflexão para aplicarmos em nossas vidas: Não pergunte do que o mundo precisa. Pergunte o que o faz sentir-se vivo, e corra atrás disso. Porque o mundo precisa de pessoas que tenham vida.
E o que estamos fazendo com a nossa vida? Precisamos definitivamente parar com todos os hábitos destrutivos que nos perseguem. Temos uma nova chance. Mais uma chance. Mais uma chance para não nos entregarmos à depressão.
Temos que sentir a força de Deus dentro de nós para consertarmos tudo o que está errado em nossas vidas. Precisamos que a nossas vidas sejam resgatadas em todos os sentidos: todos. Vida familiar, financeira, espiritual, conjugal, profissional e relacional.
Não podemos mais continuar vivendo sob o domínio da nossa própria força, porque assim erramos, acabamos tomando atitudes erradas. Erramos muito. Precisamos que Deus nos ressuscite à vida. Que ELE nos dê esse poder: Efésios 1. 19-20 -E qual a sobreexcelente grandeza do seu poder sobre nós, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder, Que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos, e pondo-o à sua direita nos céus.
Temos que superar todos os nossos limites e recomeçar. Hoje, penso que fracassei em algumas áreas da minha vida para que Deus pudesse me dar a sua força. E neste momento, estou numa fase dolorida de mudanças.
O discípulo que mais me identifico na Bíblia é Pedro. Sabe aquela pessoa que só acredita vendo? Alem disso, é medroso. Pois é. É a Fernanda que não quer mais ser assim, mas sim ser uma pessoa Valente, fazendo jus ao nome que Deus me deu: Fernanda Valente. Pedro errou muito, mas mudou. Jesus lhe mudou até o nome: Mateus 16. 17-18 – E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus. Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;
Mas mesmo diante dessa palavra poderosa de Jesus, Pedro falhou: Mateus 26 31-33 - Então chegou Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani, e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar. E, levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se muito. Então lhes disse: A minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui, e velai comigo.
Pedro negou Jesus 3 vezes por medo e chorou – Lucas 22.61.62: E, virando-se o Senhor, olhou para Pedro, e Pedro lembrou-se da palavra do Senhor, como lhe havia dito: Antes que o galo cante hoje, me negarás três vezes. E, saindo Pedro para fora, chorou amargamente.
Mas, temos uma segunda chance para recomeçar. O mundo pode não dos dar chances, mas Deus dá. Com isso, precisamos admitir nossos pecados para sermos perdoados. Precisamos admitir os fracassos para aprender com eles: PV. 28.13 - O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.
Jesus perdoou Pedro. Não o desprezou: Mc 16.7 - Mas ide, dizei a seus discípulos, e a Pedro, que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis, como ele vos disse.
Assim como fez com Pedro, Deus não desistiu de mim. Deus não desistiu de você e tem sonhos para as nossas vidas. A minha escolha é Seguir Jesus: Lucas 9.23 - E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.
Minha decisão hoje é me negar, para viver do jeito que Deus prometeu, eu preciso disso.
Quando aprendemos a negar a nós mesmos, tornamo-nos campeões. Campeões na força de Deus. Essa é a minha chance. É a sua chance.

Vamos compartilhar as nossas fraquezas e tomar um cafezinho? Temos mais uma chance, mais uma chance.

Comentários

Anônimo disse…
Com certeza minha querida. As chances sempre virão. Mas para que essas oportunidades não sejam desperdiçadas as portas dos nossos corações deverão estar sempre abertas para Com Ele ficarmos em comunhão. Bom dia !🌞Bjos😘❤

Postagens mais visitadas deste blog

Seres Especiais

Por Luiz Augusto da Silva

Devemos sempre insistir na busca dos ideais. Perseverar sem cansaço, até às metas finais. Recorrermos aos meios, humanos e materiais. Confiantes no apoio, dos Seres Especiais. Sermos sempre otimistas, acreditando nas forças divinas. Fortalecidos pelo altruísmo, impulsos que reanimam. Felizmente neste mundo, os amigos aparecem. Aumentam as energias, que aos idealistas fortalecem. Agosto /2008 (Modificado)

Ninguém pode limitar os seus sonhos

Por Fernanda Valente


E se uma garotinha surda decidir ser bailarina? Quem impedirá? Estamos aqui para incluir e transformar. Isso é o que você poderá conferir ao assistir o curta-metragem de animação Tamara, produzida e criada por House Boat Animation. O filme é muito interessante para passar em sala de aulas para explicar a diversidade às crianças. Está disponível na Internet e serve como ferramenta para promover valores como respeito e empatia. Tamara é uma garotinha surda que quer ser bailarina. Qual é a barreira que os professores e os alunos podem tirar disso?

Fernanda Valente - Jornalista com especialização em Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Estudou teatro, fazendo parte do Grupo GEXTUS (Grupo Experimental de Teatro da UniSantos). É Instrutora da Libras (Língua Brasileira de Sinais). Ministrou aulas de design gráfico para surdos. Trabalhou como produtora e repórter em alguns programas de TV regionais. Hoje se dedica a trabalhos de comunicação digital e ao …

Dois filmes sobre deficiência física para assistir no dia dos namorados

Por Fernanda Valente
Trago hoje dois filmes para reflexão. Como eu era antes de você é um filme que mexe com as nossas emoções. Porém, foge de toda a ideia que tratamos sobre a inclusão. Penso que o personagem na história, Will, que é tetraplégico joga fora tudo o que estamos vendo como evolução nos dias de hoje. A deficiência física é tratada como um caos, como algo sem solução, sem esperança, sem fé... É jogar fora todo o amor de Louisa. Veja o filme e entenda a minha frustração.



Já o filme Ferrugem e Osso, que também trata de um romance mostra uma construção rica e verdadeira de uma pessoa que adquire a deficiência física após um acidente. Vai mostrar a depressão, a adaptação, aceitação e novas possibilidades de vida. Não acabou. Há possibilidades. Há vida!



Feliz dia dos Namorados! Deixo abaixo uma linda poesia pessoal do meu amigo poeta Luiz Augusto que fala sobre construção familiar. 

O Cravo e a Rosa

Ainda um jovem cravo Uma rosa encontrei Com pétalas aveludadas Por ela me encantei
No j…