O homem do campo


Hoje é o dia do trabalhador. E há muito tempo que os agricultores rurais vem conquistando o seu espaço. Esperamos que a nova reforma não tire os direitos dos trabalhadores que foi conquistado com a reforma agrária, eles são dignos de sustentar as suas famílias e também as nossas através de suas produções. 

Imagem: Vasant Dave/ Freeimages

Por Luiz Augusto Silva

O sertanejo deixa a cama
Ausenta-se da choupana
O orvalho sobre a grama
É o sinal: do trabalho que o chama.

Chapéu com abas largas
Roupas já bem surradas
São as vestes usadas
Durante as duras jornadas.

Com as mãos calejadas:
Pela foice! Pela enxada!
Ferramentas usadas.
Necessidades saciadas.

Cai a noite! Retorna à cabana.
Leva lenha às costas,
Para esquentar o jantar.
Feliz! Olhos a brilhar!

Descansa alegre! A cantarolar.
Pensa: amanhã... Antes de o sol raiar,
Valtarei a trabalhar! A tudo recomeçar:

Para com honradez; minha família sustentar.
No caminho murmura:
Deus que nunca nada me falte.
Para que os meus filhos: possa eu amparar!

 

Comentários

Anônimo disse…
Minha Sintonia gosto muito da republicação do poema emoldurado pelo lindo texto.Saiba: o seu gesto traz-me muita alegria !!!
Grato pelo carinho e simpatia !!!Beijos♡♡♡♡
...
Luiz Augusto da Silva