Pular para o conteúdo principal

Primeiras Impressões

Por Fernanda Santiago

Para os fãs da escritora britânica Jane Austen, indico a leitura de Primeiras Impressões, da brasileira Lais Rodrigues de Oliveira (LRDO)@leelooluke. Neste livro, a autora fez uma excelente adaptação do eterno clássico Orgulho & Preconceito, de Jane Austen, vivenciando a história no século XXI e com cenários brasileiros, como Búzios. 
Os personagens Darcy, Liz, Jane, Charles, Georgiana, Caroline... continuam fiéis em suas personalidades, mas a autora teve a ousadia de modernizar a história, trazendo toda a vivência ao mundo atual: os personagens trocam e-mails, vão à praia, festas, bares e jantares, situações totalmente diferentes das grandes festas da alta sociedade do século passado, sem contar que as mulheres ganham mais vida neste livro, fugindo de toda repressão da época. 
Eu não tinha lido nada de Jane Austen antes de ler este livro, acabei lendo Orgulho e Preconceito, onde conhecemos a família Bennet, composta pelo patriarca, esposa e suas cinco filhas: Jane, Lizzy, Mary, Kitty e Lydia.
As filhas mais velhas, Jane e Lizzie são as mais sensatas da família. Mary dedica sua vida aos estudos, enquanto Kitty e Lydia são bobas e fúteis, assim como sua mãe, dramática e muito exagerada. Já o patriarca da família, é um homem inteligente e reservado.
O clímax da história inicia com a chegada do jovem, rico e solteiro sr. Bingley a Netherfield Park, todas as mães da região ficam extasiadas com a possibilidade de casar alguma suas filhas com um pretendente tão "bom", a sra Bennet que não vê a hora de casar uma de suas filhas com Bingley.
Junto com Bingley, estão também suas duas irmãs e seu melhor amigo, o solteiro e ainda mais rico sr. Darcy, o sonho de todas as fãs de Jane Austen.
Ler Primeiras Impressões é dar uma nova visão a um clássico de dois séculos atrás. É muito bem escrito, repleto de cenários e detalhes. Indico até para quem não conhece o original. Os personagens do romance, Darcy e Lizzie, continuam apaixonantes e apesar de modernos ainda enfrentam a família conservadora de Darcy. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vaginismo: O silêncio de muitas mulheres

Por Fernanda Santiago Valente
Medo. Dor. Relação sexual não consumada e frustrada. São os sintomas mais comuns das mulheres com vaginismo, uma contração vaginal que causa desconforto, dor e dificuldade em obter uma penetração sexual.
Elas não conseguem usar absorvente interno, a ginecologista tem dificuldade em examiná-las e até a introdução de um cotonete no canal da vagina pode causar desconforto insuportável. Elas são as vagínicas, mulheres que tem medo de sexo, dor e pânico ao transar. Para se livrarem do incomodo, buscam tratamento através de terapia psicológica e fisioterapia pélvica. A cura existe, porém, o assunto é pouco explorado até por profissionais da área médica. Muito se fala em sexo, prazer, orgasmo, mas numa roda de amigas, poucas são capazes de confessar que não conseguem consumar a relação sexual. Vagínicas, em geral, passam meses e anos só nas preliminares e muitas vezes o sentimento de vergonha as impede de buscar um tratamento especializado.
Rumo à cura!
O assunto…

Enfeites de Natal em potes, vasos e garrafas de vidro

Pra quem ama artesanato e enfeitar a casa para o Natal, a hora é agora. Deixo abaixo algumas dicas para fazer com taças, garrafas, potes e vasos de vidro: 


















Seis temas de atualidades que podem cair no Enem

Fique atento aos assuntos que você não pode deixar de saber para o Enem, de acordo com Daniel Pereira Leite, professor do Curso Poliedro
Estudar os principais acontecimentos do Brasil e do mundo é um ponto fundamental para alcançar uma boa nota na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que neste ano ocorre nos dias 4 e 11 de novembro. Questões que envolvem atualidades podem cair nas provas de Filosofia, Sociologia, História, Geografia, Ciências ou mesmo como tema de Redação, que tem um peso representativo na nota final dos candidatos. O professor de Atualidades do Curso Poliedro, Daniel Pereira Leite, aponta que para estudar atualidades os candidatos devem apostar em diversas fontes de informação, como matérias televisivas, sites, jornais e revistas. Além disso, devem estar atentos aos assuntos que envolvem questões sociais. “A tendência das provas que cobram assuntos atuais é verificar o quanto o estudante está informado diante dos acontecimentos mais comentados na mídia”, ind…