Pular para o conteúdo principal

Positividade e negatividade

Por Caroline Trevisan 

Você já pensou em fugir? Sair sem destino? Olhar para o nada e refletir? Deixar de lado o que te faz mal? 
Isso tudo faria a diferença no seu dia-a-dia se fosse feito pelo menos uma vez e assim diminuiria aquela carga pesada de energia negativa, stress e preocupação. Quem já ouviu falar entenderá o que quero dizer, pensamento bom e estado bom atrai coisas boas e o mesmo acontece no negativo. 
Certo dia eu estava andando de volta para casa com meus pensamentos longe e um pouco estressantes. De repente, eu tropecei em uma parte da calçada que estava quebrada, quando eu vi já estava caída no chão. Resultado: luxei o pé, machuquei o joelho o qual eu não conseguia dobrar, pois doía muito. Mas fui ao médico, tomei remédio e fiquei melhor. 
Outro episódio aconteceu recentemente: eu caí na minha aula de dança, fui ao médico e foi diagnosticado como entorse e ganhei dois dias de atestado sendo que eu nem trabalho no fim de semana. Entretanto, fiz a compressa, tomei remédio de acordo com a recomendação médica e melhorei. 
No início da semana retornei a minha jornada de trabalho normal, mas pensando como faria com as minhas aulas de dança. Então resolvi ir novamente a uma consulta com o ortopedista, desta vez o do meu convênio. No raio x foi constatado o seguinte: quebrei o dedão do pé esquerdo e fiz uma pequena fratura no canto do pé direito. 
Conclusão: estou afastada 14 dias e com o pé imobilizado. 
Muitos ficariam tristes, nervosos e não aguentariam ficar de repouso. Eu estou com a minha mente calma e tranquila, mesmo preocupada em ajudar meus pais nas tarefas de casa e sei que é para o meu bem. Assim evitarei problemas futuros e terei tempo para adiantar umas pendências do blog, estudos, vida pessoal, etc. 
Moral da história: atraia pensamentos positivos. 


Comentários

Caroline gosto muito do pulicado.Você está bem certa na sua conclusão.Nada é melhor nesta vida tornar simples o complexo evitando confusão através da oração junto à meditação. Espero que goste do que
São palavras sincereras brotando do meu coração. Um be
Caroline gosto muito da sua publicação .Você está bem certa na sua conclusão.Nada há de melhor nesta vida tornar simples o complexo evitando confusão através da oração junto à meditação. Espero lhe agradar com meu escrito. São palavras sinceras saindo do meu coração e vêm do infinito.Gostou? Ah!Não gostou...Que pena!Mas sem convencimento sei que ao meu comentário pelo menos acha bonito. Beijos.O meu coração está aflito ♡(só riso)

Postagens mais visitadas deste blog

Enfeites de Natal em potes, vasos e garrafas de vidro

Pra quem ama artesanato e enfeitar a casa para o Natal, a hora é agora. Deixo abaixo algumas dicas para fazer com taças, garrafas, potes e vasos de vidro: 


















TDAH: uma forma diferente de ver o mundo

Fernanda Santiago
O TDAH é um transtorno que inclui dificuldade de atenção, hiperatividade e impulsividade. Em geral, os sintomas começam na infância e podem persistir na vida adulta. Por ser um transtorno com característica genética, não tem cura. Porém, antes de rotular qualquer TDAH são pessoas que possuem inteligência e habilidades como as outras.  Achei este vídeo abaixo muito interessante. É muito difícil impor um padrão para o TDAH. Para os educares, seria muito bom prestar atenção na maneira que eles tentam se comunicar. O menininho do vídeo mostra grande interesse pela música. Será que os pais e os educadores estão preparados para perceber as habilidades e o interesse dessas crianças? Vale a pena conferir! Além disso, também há tratamentos através de medicamentos e da psicoterapia. 

Atypical, o que você precisa saber sobre o autismo

Fernanda Santiago Valente Você quer saber um pouco mais como é a vida de um garoto com o transtorno do espectro autista que está entrando na vida adulta? Para isso vale a pena assistir a série Atypical que está na Netflix desde o começo do mês de agosto. Não tem como não se apaixonar pelo personagem Sam, que está na fase de descobertas e quer arranjar uma namorada. É nessa busca pela paixão que se desenrola a história. Vamos entender como funciona a sua personalidade e como a situação afeta aqueles que estão ao seu redor. Algo muito interessante a se observar é a relação dele com a psicóloga. Sam se apaixona por ela. Isso é muito comum acontecer com paciente e profissional de sexos opostos, geralmente os pacientes que tem algum tipo de transtorno sempre se apaixonam por seus psicólogos.


Sam, apresentando os sintomas mais nítidos do espectro autista é um adolescente que tem sentimentos como qualquer outro. A única diferença é que seus sentimentos não são interpretados de forma comum. O ro…