Pular para o conteúdo principal

Permaneça na videira!

Fernanda Santiago Valente

Eu sou a videira verdadeira e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta, e todo aquele que dá fruto, ele poda, para que de mais fruto ainda. Vocês já estão limpos, pela palavra que lhes tenho falado. Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto de si mesmo, se não permanecer na videira. Vocês também não podem dar fruto, se não permanecerem em mim.
Eu sou a videira, vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dará muito fruto, pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma (João 15. 1-5)

Uma vida sem Jesus é vazia, triste, sem direção, corrompida e sem resultados frutíferos. Já viveu momentos assim? Eu já! Mesmo acreditando em Jesus. O que acontece com isso? Seremos cortados ou podados por ELE. Não me considero a pessoa cortada, pois dei muitos frutos a ELE. Porém, me acostumei com aqueles frutos e aos poucos fui deixando a rotina me dominar. A sensação é de vazio, uma tristeza aparece de repente, me acostumo com o amém de cada dia e não busco novas maneiras de inspiração. Deus não quer que isso aconteça em nossas vidas.
A partir do momento que você aceita Jesus em sua vida, precisa permanecer Nele, tendo a certeza do seu eterno caminho. A presença Dele em nossas vidas necessita ser constante em todas as áreas. Sem máscaras. Precisamos ser os mesmos com a nossa família, amigos, trabalho e igreja. Temos que assumir vários papéis, mas temos que brilhar a presença de Deus em todos eles. É daí que surgem os frutos.
O que acontece às vezes é que ficamos presos na nossa primeira produção. Comigo foi assim. Comecei a me acostumar com a presença Dele, achando que não aconteceria mudanças. Estava tudo lindo e perfeito. Porém, não é assim. Dias ruins acontecem para os cristãos e não cristãos. Só que sendo cristãos, quase nunca nos preparamos para os dias ruins. Eles vão acontecer também. É aí que Deus nos poda. Dói muito ser podado, pois isso significa recomeçar em alguma área da vida, ou até mesmo, em todas.
Se Deus está me podando e te podando é porque quer nos ver amadurecidas. É uma chance de crescer novamente, assim como está na palavra, mas dessa vez, produzindo ainda mais frutos, os melhores frutos. Não podemos fazer nada sem Deus. Além disso, os frutos não são nossos, são DELE. Perseverar em oração é o nosso desafio. Ter consciência que é ELE quem trabalha no melhor que podemos ser, que temos que nos diminuir para ELE ser glorificado também é um exercício diário. Gostamos muito de ser reconhecidos, mas tudo isso também vem DELE. Vamos permanecer na videira, recomeçar e crescer em todas as áreas das nossas vidas!

Reflexão: Qual a área da sua vida que está sendo podada? 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enfeites de Natal em potes, vasos e garrafas de vidro

Pra quem ama artesanato e enfeitar a casa para o Natal, a hora é agora. Deixo abaixo algumas dicas para fazer com taças, garrafas, potes e vasos de vidro: 


















Poema da Maturidade

Por Luiz Augusto
Ser poeta! É ser romântico. É ser lírico. É estado de espírito. É versificar! É deixar sua alma falar através de um simples olhar. É aprender as lições ensinadas pela vida, repleta de emoções. É a Deus agradecer; pois é Ele que inspira ao poeta a escrever. Ser poeta é no firmamento encontrar a constelação da virtude na galáxia da plenitude, que ofusca a falsidade para a realidade brilhar. Que nubla a violência e faz a existência reinar. É projetar no horizonte da liberdade a igualdade com a luz da fraternidade. É refletir na pujante mocidade centelhas de tenacidade e lampejos de prosperidade. É, com bondade no coração praticar e ensinar a perdoar, gerando espaços para o amor habitar. É reluzir com altruísmo e aos idosos acariciar para que, radiantes de alegria, cheguem a sorrir...chorar... É faze-los enxergar que as rugas esculpidas e delineadas pelo tempo; que os cabelos brancos ou cinzentos não retratam o envelhecimento. Sim; maior discernimento. É com maestria edif…

Dez Comportamentos que destroem os melhores casamentos

Por Fernanda Santiago
Casamentos que parecem não ter mais jeito, onde os cônjuges não se respeitam e até que abusam fisicamente um do outro são assuntos abordados no livro Castelo de Cartas, de Gary Chapman. Autor de outros livros como “As cinco linguagens do amor”, “Agora você está falando a minha linguagem“, “A essência das cinco linguagens do amor”, entre outros... Gary explica em Castelo de Cartas as experiências de casais que estavam com os seus casamentos totalmente destruídos pela falta de comunicação, falta de tempo e principalmente falta de respeito, mas que através de conselho e análise pastoral na vida de cada um, pode descobrir o problema e ajudá-los a serem felizes, e principalmente, restaurados pela mudança. O livro relata em todo o momento que devemos abandonar os mitos, aqueles que dizem que o ambiente determina o nosso estado mental. Um exemplo, será que eu não terei jeito se nasci num ambiente violento, ou o qual meus pais fumavam, me abusaram ou me rejeitaram? Ao cont…