Pular para o conteúdo principal

Rita - uma série para todo professor assistir

Por Fernanda Valente



Rita é uma série dinamarquesa disponível na Netflix em quatro temporadas. A primeira temporada é praticamente toda sobre a professora Rita, uma pessoa teimosa, desbocada, independente, mãe de três filhos. Todas suas atitudes são muitas vezes repreendidas, mas o que ela mostra é uma relação aberta a tudo. Ela ouve. Percebe os sentimentos dos outros, entre alunos e colegas de escola e coloca os pais sempre como responsáveis sobre a educação ou comportamento de algum aluno. Sua percepção e maneira de resolver conflitos é de dar inveja. 
A partir da segunda temporada o contexto escolar é visualizado de uma melhor perspectiva. Os brasileiros tem a mania de falar e escrever o tempo todo que temos que seguir o exemplo de educação da Dinamarca. Não foi o que vi como exemplo, pois a série mostra como funciona a educação das escolas públicas de lá. Na Dinamarca também há diferenças sociais, práticas de bullying, preconceitos e corrupção. 

A terceira temporada foi a que mais me chamou atenção pois fala sobre a inclusão de crianças e adolescentes que apresentam condições psicológicas prejudicadas seja no comportamento, através de algum transtorno ou até mesmo de não conseguir acompanhar a grade curricular e exames aos quais são preparados. Nota-se aí um choque. Muitos acham que isso é discutido só no Brasil. Uma das minhas percepções foi também a presença do uso de drogas, os personagens que representam essa discussão tem características latina, mostrando o tanto de preconceito que existe sobre a presença dos imigrantes no país. Em reuniões, muitos pais não concordam com a inclusão porque acham que atrapalha o desenvolvimento dos seus filhos completamente "normais". Não parece muito diferente do que acontece por aqui, não é mesmo? 
Eu amei a série por ter colocado todos esses assuntos em evidência e Rita é a personagem ideal para representar o papel, pois coloca em reflexão toda a mudança cultural e tecnológica a qual estamos inseridos, sem contar que ela representa a mulher que ninguém quer enxergar. Ela gosta de sexo e transa com quem quer. Propositalmente penso que é um tapa na cara dos homens que sempre fizeram esse papel: mandar nos instintos e conduzir. 

No entanto, assistir Rita é colocar o professor para refletir sobre a sociedade, o comportamento dos pais dos alunos, as origens, sobre a inclusão e a aceitação daqueles que não agem e se comportam como a gente, sobre o feminismo, o homossexualismo, o complexo de inferioridade e superioridade, o caráter. Nos colocando para pensar que não é só o Brasil que está passando por transições, mas sim o mundo. 
Eu não quis dar nenhum spoilers sobre os personagens pois toda a série é envolvente e trás questões sobre as mudanças de comportamento. Penso que a palavra respeito e transparência ficou bem clara para mim nessa série. Por isso, assista. Se possível, faça anotações e tente refletir sobre tudo o que você vive atualmente na sua escola, seja pública ou particular. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seres Especiais

Por Luiz Augusto da Silva

Devemos sempre insistir na busca dos ideais. Perseverar sem cansaço, até às metas finais. Recorrermos aos meios, humanos e materiais. Confiantes no apoio, dos Seres Especiais. Sermos sempre otimistas, acreditando nas forças divinas. Fortalecidos pelo altruísmo, impulsos que reanimam. Felizmente neste mundo, os amigos aparecem. Aumentam as energias, que aos idealistas fortalecem. Agosto /2008 (Modificado)

"CONVERSANDO SOBRE" Mindfulness e como ele atua nos Transtornos de Humor e na qualidade de vida

Fernanda Valente
Amanhã, dia 08 de agosto, às 19h30, acontecerá mais uma palestra da ABRATA (Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos). Desta vez, quem estará ministrando é a psicóloga clínica Vivian Vargas de Barros que falará sobre o que é o Mindfulness e como ele atua nos Transtornos de Humor e na qualidade de vida. A palestra acontecerá na UNISANTA – Universidade Santa Cecília, Bloco M- Térreo, em Santos.  A palestra é gratuita e para participar é necessário se inscrever pelo Whatsapp (13) 997128692 ou e- mail abratalitoral@abrata.org.br. Não haverá fornecimento de Certificado para estudantes. Vivian Vargas de Barros é Psicóloga clínica, sócia fundadora do Centro Paulista de Mindfulness, com certificação em Mindfulness-Based Relapse Prevention pela Universidade da Califórnia - Escola de Medicina de San Diego e Treinamento Avançado pelo C.A.T.S. Warminster – Inglaterra. Tem Mestrado e doutorado com pesquisas na área de Mindfulness. É Pesqu…

Seis temas de atualidades que podem cair no Enem

Fique atento aos assuntos que você não pode deixar de saber para o Enem, de acordo com Daniel Pereira Leite, professor do Curso Poliedro
Estudar os principais acontecimentos do Brasil e do mundo é um ponto fundamental para alcançar uma boa nota na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que neste ano ocorre nos dias 4 e 11 de novembro. Questões que envolvem atualidades podem cair nas provas de Filosofia, Sociologia, História, Geografia, Ciências ou mesmo como tema de Redação, que tem um peso representativo na nota final dos candidatos. O professor de Atualidades do Curso Poliedro, Daniel Pereira Leite, aponta que para estudar atualidades os candidatos devem apostar em diversas fontes de informação, como matérias televisivas, sites, jornais e revistas. Além disso, devem estar atentos aos assuntos que envolvem questões sociais. “A tendência das provas que cobram assuntos atuais é verificar o quanto o estudante está informado diante dos acontecimentos mais comentados na mídia”, ind…