Pular para o conteúdo principal

Conheça alguns aplicativos de acessibilidade para as pessoas com deficiência


Fernanda Valente

A Comunicação através da era digital traz recursos de adaptação, que são conhecidas como as tecnologias assistivas, que são equipamentos, dispositivos, metodologias, práticas e serviços que promovem a funcionalidade e a participação da pessoa com deficiência na sociedade. Isso vai desde pessoas com a mobilidade reduzida até aquelas que são deficientes intelectuais. Visa trabalhar a autonomia e a inclusão das pessoas com deficiência.  O uso de smartphones e celulares facilitam a comunicação. Usar os recursos de aplicativos online que já existem é um excelente caminho a seguir e que cresce a cada dia. Segue alguns modelos já disponíveis:
Para as pessoas com deficiência visual, o aplicativo BlindToll, criado por Joseph Cohen, pesquisador da Universidade de Massachusetts, ajuda a reconhecer objetos. Ele está disponível gratuitamente no Google Play. Outro aplicativo gratuito é o Bemy yes, que ajuda a resolver alguns problemas como ler etiquetas de roupas, rótulos, ou contas. Outro aplicativo gratuito é o Color Id, que reconhece as cores.
Já para as pessoas com deficiência auditiva tem o sistema “Giulia, mãos que falam”, ele facilita a comunicação entre os surdos e as pessoas que não entendem nada de Libras. O sistema consegue identificar os sons do significado dos movimentos de quem está utilizando o aplicativo. Está disponível no Android e foi idealizado na Universidade Federal do Amazonas. Outro aplicativo que traduz os textos para a LIBRAS é o Hand Talk
Para as pessoas com deficiência física existe o aplicativo Guia de Rodas que identifica se um estabelecimento comercial possui acessibilidade ou não, evitando assim possíveis constrangimentos. O Aramuno é um aplicativo para as pessoas com dislexia, dificuldades de aprendizagem ou com deficiência visual. É um jogo que ajuda a pessoa a formar sílabas e isso estimula a aprendizagem. Também há para as pessoas com deficiências múltiplas softwares de detecção ao movimentar a cabeça, mouses e teclados adaptados e acionadores.
Não é só isso, existem outros aplicativos que podem ser utilizados de forma paga. A tendência é crescer o desenvolvimento desses aplicativos. Colocar todos esses mecanismos ao acesso de todos já está se tornando uma realidade e são materiais e recursos que podem muito bem ser adaptados também em escolas.


 Fernanda Valente - Jornalista com especialização em Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Estudou teatro, fazendo parte do Grupo GEXTUS (Grupo Experimental de Teatro da UniSantos). É Instrutora da Libras (Língua Brasileira de Sinais). Ministrou aulas de design gráfico para surdos. Trabalhou como produtora e repórter em alguns programas de TV regionais. Hoje se dedica a trabalhos de comunicação digital e ao blog, defendendo causas inclusivas. Também é cristã e escreve devocionais bíblicas em suas páginas sociais. 




Comentários

Boa noite,minha sintonia.
Parabéns pela utilitária matéria.

Postagens mais visitadas deste blog

Enfeites de Natal em potes, vasos e garrafas de vidro

Pra quem ama artesanato e enfeitar a casa para o Natal, a hora é agora. Deixo abaixo algumas dicas para fazer com taças, garrafas, potes e vasos de vidro: 


















Poema da Maturidade

Por Luiz Augusto
Ser poeta! É ser romântico. É ser lírico. É estado de espírito. É versificar! É deixar sua alma falar através de um simples olhar. É aprender as lições ensinadas pela vida, repleta de emoções. É a Deus agradecer; pois é Ele que inspira ao poeta a escrever. Ser poeta é no firmamento encontrar a constelação da virtude na galáxia da plenitude, que ofusca a falsidade para a realidade brilhar. Que nubla a violência e faz a existência reinar. É projetar no horizonte da liberdade a igualdade com a luz da fraternidade. É refletir na pujante mocidade centelhas de tenacidade e lampejos de prosperidade. É, com bondade no coração praticar e ensinar a perdoar, gerando espaços para o amor habitar. É reluzir com altruísmo e aos idosos acariciar para que, radiantes de alegria, cheguem a sorrir...chorar... É faze-los enxergar que as rugas esculpidas e delineadas pelo tempo; que os cabelos brancos ou cinzentos não retratam o envelhecimento. Sim; maior discernimento. É com maestria edif…

Dez Comportamentos que destroem os melhores casamentos

Por Fernanda Santiago
Casamentos que parecem não ter mais jeito, onde os cônjuges não se respeitam e até que abusam fisicamente um do outro são assuntos abordados no livro Castelo de Cartas, de Gary Chapman. Autor de outros livros como “As cinco linguagens do amor”, “Agora você está falando a minha linguagem“, “A essência das cinco linguagens do amor”, entre outros... Gary explica em Castelo de Cartas as experiências de casais que estavam com os seus casamentos totalmente destruídos pela falta de comunicação, falta de tempo e principalmente falta de respeito, mas que através de conselho e análise pastoral na vida de cada um, pode descobrir o problema e ajudá-los a serem felizes, e principalmente, restaurados pela mudança. O livro relata em todo o momento que devemos abandonar os mitos, aqueles que dizem que o ambiente determina o nosso estado mental. Um exemplo, será que eu não terei jeito se nasci num ambiente violento, ou o qual meus pais fumavam, me abusaram ou me rejeitaram? Ao cont…