Pular para o conteúdo principal

Precisamos nos armar de amor para conviver com as diferenças

Por Fernanda Valente



Com certeza você conhece alguma pessoa difícil de lidar. Podemos encontrar pessoas comuns e especiais. Mas hoje, quero falar das especiais, pessoas que sofrem de alguma síndrome mental como esquizofrenia, bipolaridade, síndrome do pânico, autismo, síndrome de dawn, depressão, tdah, etc.
Não é fácil lidar com essas deficiencias, mas precisamos buscar conhecimento sobre o problema, principalmente a família e educadores. Todos os seres humanos são dignos de obterem qualidade de vida e acesso à educação e trabalho. Isso está escrito na nossa Constituição Brasileira.
Antigamente, as pessoas que adquiriam qualquer tipo de síndrome eram jogadas em asilos, pois ninguém queria cuidar de uma pessoa “difícil”. Hoje, estudamos várias causas e podemos ver perfeitamente uma pessoa com síndrome de dawn progredindo na vida dignamente. Assim, vale para outros casos de deficiências.
Profissionais da saúde e educadores estão a cada dia buscando melhorias para lidar com cada situação. Para isso, precisamos nos armar cada vez mais de análise e conhecimentos juntamente com a família. A animação da nuvem e a cegonha exemplifica muito bem o que quero dizer. Todos nós precisamos nos armar de amor.

Na bíblia também tem um trecho que fala sobre a Armadura de Deus. Que possamos nos vestir também dessa armadura e vencer:

Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.

Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça;

E calçados os pés na preparação do evangelho da paz;

Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.

Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;

Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos,

E por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra com confiança, para fazer notório o mistério do evangelho,




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terminou a folia!

Terminou a folia;  não tirei a fantasia;  só transmito alegria; nada de melancolia. Sou Palhaço! Meus nervos são de aço. com meus versos,  meus sentimentos disfarço.  Sou Palhaço! Com nariz avermelhado; sapato pontiagudo; roupa colorida: No picadeiro,  a platéia alegro;  não iludo - convenço. Assim, conduzo a vida sem perder o compasso... Sou Palhaço! Sou Palhaço! 
13/02/2018 Luiz Augusto da Silva Olimpia - São Paulo

Os benefícios da caminhada

Fernanda Santiago
Existem inúmeras atividades físicas, mas a caminhada tem a menor taxa de abandono de todos eles. É simples e a mudança positiva que você pode fazer para efetivamente melhorar sua saúde cardíaca. Praticar a caminhada por pelo menos 30 minutos por dia pode ajudá-lo: Reduzir o risco de doença cardíaca coronáriaMelhorar a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangueMelhorar o perfil lipídico no sangueManter o peso corporal e diminuir o risco de obesidadeMelhorar o bem estar mentalReduzir o risco de osteoporoseReduzir o risco de câncer de mama e de cólonReduzir o risco de não insulino-dependente (tipo 2) diabetes

São muitos benefícios para uma atividade tão simples. Se você mora perto da praia, melhor ainda. Se não tem uma praia próxima, procure um parque.  Caminhe, respire fundo e aprecie tudo ao redor. O corpo agradece!

A tradicional sopa de cebola francesa

Fernanda Santiago Valente Quem é que não gosta de uma sopa no tempo frio? Aqui no Brasil, muitos recomendam a sopa de cebola para quem está com dor de garganta ou gripado. Eu vou além. Amo todos os tipos de cremes e sopas, mas a de cebola tem um sabor especial. A sopa tradicional da cozinha parisiense merece toda a atenção.Algumas lendas da França afirmam que a sopa de cebola foi inventada por Louis XV, quando passavam por uma crise. Ele só tinha cebolas, manteiga e champanhe como alimentos, assim como toda a população de baixa renda. A receita ganhou novos temperos ao decorrer dos anos e conseguiu conquistar todo o mundo, principalmente nós brasileiros, pois amamos nos deliciar com uma sopinha nos períodos frios, não é mesmo? Ainda nas tradições parisienses, a sopa serve para alimentar também as emoções do dia do tão sonhado casamento. Eles tem o hábito de consumir a sopa após a festa. Isso se repete também em grandes eventos. Se por acaso acordarem de ressaca, também consomem a sopa,…