Pular para o conteúdo principal

SBB realiza 10º Seminário sobre Dependência Química de Barueri (SP)

Com o tema “Política Nacional sobre Drogas: E a participação da sociedade civil”, evento acontece no dia 9 de agosto, na Igreja Batista Memorial de Alphaville.

A cidade de Barueri (SP) será palco, no dia 9 de agosto, da 10ª edição do Seminário sobre Dependência Química, realizado pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), em parceria com a Comter (Comunidades Terapêuticas em Rede) e com o apoio do Comad (Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas). Nesta edição comemorativa, o encontro terá como tema “Política Nacional sobre Drogas: E a participação da sociedade civil”, com a expectativa de contribuir no desenvolvimento das atividades das comunidades terapêuticas e organizações sociais que atuam na prevenção ao uso de drogas e tratamento da dependência química. O evento acontecerá a partir das 8h30, na Igreja Batista Memorial de Alphaville, apoiadora da iniciativa.
A edição terá uma programação rica com apresentação de palestras e casos de sucesso, além de atrações culturais. “O balanço que fazemos desta última década é extremante positivo. Além de termos construído uma rede de comunidades terapêuticas e contarmos com o apoio do governo municipal, este evento foi o embrião de edições realizadas em outras cidades brasileiras. Sabemos que a dependência química é um mal que ataca não somente a pessoa que está doente, mas toda a família. Daí a importância de ações realizadas à luz dos ensinamentos bíblicos”, observa Erní Seibert, secretário de Comunicação, Ação Social e Arrecadação da SBB, que fará palestra sobre o dez anos do evento.
A expectativa é que o encontro reúna cerca de 500 pessoas, entre dependentes químicos em recuperação e seus familiares e dirigentes de comunidades terapêuticas.


Confira a programação completa

8h30 -  Credenciamento
9h00 -  Abertura e boas-vindas, Emilene Araujo, gerente de Projetos Sociais da SBB
9h20 -  Palestra - "10 anos de Seminários sobre dependência química"– Erní Seibert, secretário de Comunicação Social, Ação Social e Arrecadação da SBB
10h20 - Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas
10h40 - Coordenadoria de Políticas sobre drogas do Estado de São Paulo
11h00 - Intervalo
11h30 - Apresentação cultural: Vinicius Pereira, músico e professor da escola de música Nova Aliança.
12h00 - Casos de sucesso I: Construindo a política sobre drogas com o olhar do usuário, Lucas Roncat
12h30 - Casos de sucesso II: A experiência de unir forças em prol de uma única causa, Luiz Gustavo Américo
13h00 - Apresentação do aplicativo Socorre-me - Daniel dos Santos Cardoso, Empreendedor Digital 
13h30 - Apresentação cultural: Comunidade Terapêutica Casa Refúgio
14h00 - Encerramento


10º Seminário sobre Dependência Química
“Política Nacional sobre Drogas: E a participação da sociedade civil”
Data: 9 de agosto de 2017 (quarta-feira)
Horário: das 8h30 às 14h00
Local: Igreja Batista Memorial de Alphaville
Avenida Tamboré, 1.511 - Tamboré
Barueri – SP
Vagas limitadas
Inscrições pelos telefones 0800 727 8888, (11) 3474-5733 ou (11) 3474-5882.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Neste dia das crianças, resgate as brincadeiras antigas

Fernanda Valente
A minha infância foi rodeada de alegrias e as crianças podiam brincar livremente nas ruas. Hoje, isso já não é mais possível por causa do grande número de carros que transitam e também pela insegurança que rodeia a todos que moram na cidade. Creio que em cidades pequenas muitas brincadeiras antigas ainda estão vivas. Segue algumas brincadeiras inesquecíveis que valorizam a coordenação motora, estimulação, imaginação da criança e trabalhos em grupo, principalmente de socialização: Pega-pega, queimada, esconde-esconde, agacha-agacha, elefantinho colorido, estátua, amarelinha, elástico, passa-anel... No vídeo abaixo, um pouquinho da brincadeira passa anel apresentado no Programa Quintal da Cultura. 


Outra forma divertida eram as cirandas: A canoa virou, aí, eu entrei na roda, ciranda, cirandinha, peixe-vivo, entre outras canções que ensinam e colocam a criança em movimento.
Já que não podemos ter esse coletivo na rua em que moramos, é interessante que pedagogos e professores…

TDAH: uma forma diferente de ver o mundo

Fernanda Santiago
O TDAH é um transtorno que inclui dificuldade de atenção, hiperatividade e impulsividade. Em geral, os sintomas começam na infância e podem persistir na vida adulta. Por ser um transtorno com característica genética, não tem cura. Porém, antes de rotular qualquer TDAH são pessoas que possuem inteligência e habilidades como as outras.  Achei este vídeo abaixo muito interessante. É muito difícil impor um padrão para o TDAH. Para os educares, seria muito bom prestar atenção na maneira que eles tentam se comunicar. O menininho do vídeo mostra grande interesse pela música. Será que os pais e os educadores estão preparados para perceber as habilidades e o interesse dessas crianças? Vale a pena conferir! Além disso, também há tratamentos através de medicamentos e da psicoterapia. 

Renascer é aprender

Hoje mesmo com o céu nublado, o sol não está ofuscado.
Observo no jardim do meu quintal:
_ rosas vermelhas, lírios brancos, hortênsias e a coroa Imperial. 
Fico encantado pelo milagre da vida:
- benevolência divinal. 
Os pardais anunciam o amanhecer.
Este  espetáculo matinal indica que:
- em cada alvorecer há o renascer.
Que no teatro da vida, a verdadeira arte:
é a arte de saber viver.
Viver para aprender.

31/10/2011
Luiz Augusto da Silva

Obs: Shakespeare dizia, a vida é a única peça que não permite ensaios. Então, a arte da vida é viver! (Fernanda)