Pular para o conteúdo principal

Descarte os maus comportamentos hereditários

Por Fernanda Santiago


Tudo aquilo que não é bom para as nossas vidas devemos descartar. Outro dia, num estado de ira, falei um palavrão. Meu filho de 3 anos ouviu, e logo, começou a repetir o tal palavrão. Eu me senti envergonhada por isso ter acontecido. Eu sou o exemplo e ele repete tudo o que eu faço ou falo. Mudei a palavra para: Meu Deus do céu. Agora, tudo o que ele vê de errado ou que o deixa nervoso, ele fala: Meu Deus do céu!
Como mãe, tenho o dever de transformar os maus hábitos em algo positivo. O meu filho também copia as tarefas que faço: se eu pego um livro para ler, ele também pega o dele. Se estou varrendo a casa, também quer varrer, se estou tirando o pó dos móveis, também pede um paninho para limpar. A criança se inspira nos pais em tudo o que eles fazem. 
Como transformar os nossos filhos em adultos admiráveis? Dando bons exemplos. Todos nós carregamos os comportamentos dos nossos pais, sejam positivos ou negativos. Se os meus pais são mentirosos, aprenderei com eles a mentir. Se são preconceituosos, também serei. Se acham natural pegar de alguém algo que não lhe pertence, também acharei.
Tudo herdamos dos pais ou daqueles que nos criaram. Se nossos pais são irresponsáveis ou sem disciplina, também seremos. Mas será que conseguimos mudar esses hábitos ruins que herdamos? _Sim!
O primeiro passo para mudar é perceber que o hábito atrapalha. Não é uma tarefa fácil porque nos acostumamos com a nossa família, jeito, comportamentos e muitas vezes achamos tudo natural, pois o que é mais difícil no ser humano é olhar para dentro de si e perceber que o seu eu está todo errado e bagunçado. Admitir que não estamos com a razão é uma vitória. Pode ser dolorido no começo, mas aprenderemos a viver novos hábitos, aqueles que nos fazem crescer, prosperar, avançar...
O que é bom? O que é mau?
Bom é sempre falar a verdade;
Mau é mentir;
Bom é pedir emprestado e devolver;
Mau é não devolver e fugir;
Bom é poupar dinheiro;
Mau é não ter limites e gastar até o que não tem;
Bom é ser pontual;
Mau é chegar sempre atrasado;
Bom é comer saudavelmente;
Mau é comer exageradamente tudo o que prejudica a saude;
Bom é ouvir a história de alguém;
Mau é não ouvir ninguém;
Bom é ser responsável;
Maus é não cumprir as tarefas depositadas em suas mãos;
Bom é enxergar que todos nós somos irmãos e que somos diferentes;
Mau é achar que somos superiores aos outros;
Bom é se interessar pela vida e a cada dia conhecer algo novo;
Maus é não se interessar por nada;
Bom é ter sonhos e planejá-los;
Mau é não sonhar.

O que você quer? Quais são os maus hábitos que você precisa descartar da sua vida?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os benefícios da caminhada

Fernanda Santiago
Existem inúmeras atividades físicas, mas a caminhada tem a menor taxa de abandono de todos eles. É simples e a mudança positiva que você pode fazer para efetivamente melhorar sua saúde cardíaca. Praticar a caminhada por pelo menos 30 minutos por dia pode ajudá-lo: Reduzir o risco de doença cardíaca coronáriaMelhorar a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangueMelhorar o perfil lipídico no sangueManter o peso corporal e diminuir o risco de obesidadeMelhorar o bem estar mentalReduzir o risco de osteoporoseReduzir o risco de câncer de mama e de cólonReduzir o risco de não insulino-dependente (tipo 2) diabetes

São muitos benefícios para uma atividade tão simples. Se você mora perto da praia, melhor ainda. Se não tem uma praia próxima, procure um parque.  Caminhe, respire fundo e aprecie tudo ao redor. O corpo agradece!

Terminou a folia!

Terminou a folia;  não tirei a fantasia;  só transmito alegria; nada de melancolia. Sou Palhaço! Meus nervos são de aço. com meus versos,  meus sentimentos disfarço.  Sou Palhaço! Com nariz avermelhado; sapato pontiagudo; roupa colorida: No picadeiro,  a platéia alegro;  não iludo - convenço. Assim, conduzo a vida sem perder o compasso... Sou Palhaço! Sou Palhaço! 
13/02/2018 Luiz Augusto da Silva Olimpia - São Paulo

A tradicional sopa de cebola francesa

Fernanda Santiago Valente Quem é que não gosta de uma sopa no tempo frio? Aqui no Brasil, muitos recomendam a sopa de cebola para quem está com dor de garganta ou gripado. Eu vou além. Amo todos os tipos de cremes e sopas, mas a de cebola tem um sabor especial. A sopa tradicional da cozinha parisiense merece toda a atenção.Algumas lendas da França afirmam que a sopa de cebola foi inventada por Louis XV, quando passavam por uma crise. Ele só tinha cebolas, manteiga e champanhe como alimentos, assim como toda a população de baixa renda. A receita ganhou novos temperos ao decorrer dos anos e conseguiu conquistar todo o mundo, principalmente nós brasileiros, pois amamos nos deliciar com uma sopinha nos períodos frios, não é mesmo? Ainda nas tradições parisienses, a sopa serve para alimentar também as emoções do dia do tão sonhado casamento. Eles tem o hábito de consumir a sopa após a festa. Isso se repete também em grandes eventos. Se por acaso acordarem de ressaca, também consomem a sopa,…