Astro Rei

Por Luiz Augusto da Silva


Astro Rei
Inesperadamente
Bela imagem avistei
O sol atingiu o poente
Por ela me encantei.
Bem na linha do horizonte
Contrastava o azul e rosa
Que cena maravilhosa !
Espetáculo natural
Dígno de se aplaudir
Termina acortinado 
Pela noite a surgir.
Assisto o segundo ato
Com estrelas a brilhar
Que voltarão a apagar
Assim que o sol raiar.
Agosto /2008

Comentários

Anônimo disse…
Querida amiga, muito obrigado pela publicação e linda ilustração do poema. Deus lhe abençoe!