Pular para o conteúdo principal

O sistema de ensino mudou

Padma, de Kelly Hamiso

Por Fernanda Valente

Este é um livro que conta a história de uma adolescente de 17 anos chamada Jéssica Garbes, modelo fotográfica e muito conhecida em Nova York. Apesar de ter uma vida que é sonhada por muitas garotas da sua idade, não se encontrava satisfeita e nem realizada.  Sua vida começa a mudar radicalmente quando volta para sua casa em São Paulo.  Numa visita à casa de sua avó, conhece vários amigos e se apaixona por Beto, um rebelde, totalmente fora dos padrões da vida que levava.
Jéssica sempre teve sonhos que pareciam reais.  Sempre acordava deles com uma impressão de realidade. Ela só não sabia que os personagens de seus sonhos estariam tão perto. Para quem acredita em anjos e demônios, ou gosta de assuntos do gênero, a leitura será de bom agrado. O livro nos prende do início ao fim. Tem uma excelente narração e descrição de cada personagem. Jéssica é a personagem principal:  passiva, ingênua e passa toda a história, buscando suas próprias decisões, pois após o assassinato do seu pai, quando tinha apenas 12 anos de idade, a mãe toma a decisão que vá morar nos Estados Unidos, para estudar e ficar em segurança. O chofer é quem cuida de todas as decisões da garota. O problema é que ele é apaixonado por ela e passa a controlá-la.
Com as novas experiências e a sensação de liberdade, Jéssica decide arriscar toda a sua vida e carreira em troca de sua paixão por Beto. O amor só aumenta no decorrer da história e ela passa a ser uma luz. Anjos e demônios lutam. Ela é o lado bom. Ele o mal. Uma relação que parece luz e trevas. É possível o mal se transformar em bem? Uma pessoa é capaz de mudar o estilo de vida pela outra? Os sonhos falam e nos revelam segredos? Quem vencerá? O poder ou o amor? 
Num mundo de céu e inferno, a história se desenrola. Jéssica conhece o lado obscuro da vida e decide encarar.  Beto aparentemente é o chefe de uma suposta “oficina mecânica”. Sua curiosidade a levará para conhecer o inesperado e tudo que estava em oculto em sua vida. Padma se revela. A história não é muito diferente da dos jovens que moram pelos subúrbios: manipulação, medo, única opção.
Para descobrir todo o jogo, vale à pena a leitura. Kelly Hamiso, autora do livro, fez uma aposta moderna:  a narrativa é uma delícia de ler, em cada capítulo algo novo acontece. É impossível não querer chegar até a última página. Livro bom pra mim é aquele que me leva até o final.  A publicação faz parte dos Talentos da Literatura Brasileira, da Novo Século Editora

Sobre a autora: Kelly Hamiso nasceu na capital de São Paulo em 7 de setembro de 1978. Desde os treza anos (apesar de achar que foi muito antes disso) adora escrever, criar histórias e personagens, sempre compartilhando suas aventuras e seus amigos imaginários com sua melhor amiga Sheila. Cursou Letras na UNIOFIEO, casou-se aos vinte e três anos e tem um filho, com quem também divide as suas histórias.
Dois de seus contos, “Chocolate e Água Mineral” e “Segredo de Lourdes”, podem ser conferidos no site www.kellyhamiso.com.br, além de outras paixões.

Curta no Facebook: /TalentosLiteraturaBrasileira
Siga @talentoslitbr
Assista no You Tube/ EditoraNovoSeculo

Hamiso, Kelly. Padma. Barueri, SP. Novo Século Editora, 2014.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O filho Eterno

Por Fernanda Valente O filme está disponível recentemente na Net Flix e é inspirado no livro do escritor Cristóvão Tezza que desafia a contar a história do seu filho com Síndrome de Down, situação vivida entre os anos 80 e 90. O filme é dirigido por Paulo Machline e tem como atores principais Marcos Veras, interpretando Roberto, nome fictício para o Cristóvão, Débora Falabella que interpreta Cláudia, sua esposa e Pedro Vinícius, ator que interpreta Fabrício, o filho do casal. Não vou mandar nenhum spoiler, mas é um filme que todo educador tem que assistir e captar mensagens. Nos anos 80 e 90, as crianças com Síndrome de Down eram rejeitadas em escolas comuns. A rejeição tanto pelo pai como a escola é tratada no filme. Porém, a parte positiva é que mostra estudos acontecendo, na arte, fisioterapia, psicopedagogia, abrindo o caminho para as novas possibilidades que temos hoje. Atualmente, muitos querem novamente segregar as crianças. Não é saudável. O olhar para a criança com síndr

Alfabetizando pelo som

Fernanda Valente Cada criança tem uma maneira de aprender, algumas aprendem pela imagem, outras pelo som. Recentemente ajudei uma criança a ler só separando as vogais e as consoantes pelos sons. Essa criança tem muita habilidade com números, gosta de ouvir histórias, tem uma oratória excelente, mas tinha dificuldade na leitura, não conseguia associar as letrinhas por imagens.  Então, criei uma historinha para chamar a atenção, ela sabia os sons das letras, no entanto, foi só explicar que primeiro temos o som, o a e i o u e podemos juntar com as outras letrinhas e formar sílabas - ba - be - bi - bo - bu, que vira uma palavra, boba, que se transforma numa frase: A menina é bonita, e depois podemos desenvolver um texto: A menina é bonita e gosta de estudar. Ela veste roupas bem coloridas. O cabelo dela é vermelho e seu rosto cheio de sardas. Os olhos dela brilham. Em apenas uma hora de estudo, a criança conseguiu identificar as letras e formar palavrinhas. Deixei como um sistema de estudo

Amor no Espectro

  Por Fernanda Valente A preocupação de muitos pais é a fase adulta do seu filho com espectro autista. Será que vão namorar? Casar? Ter uma carreira? Formar uma família? A série Amor no Espectro que está sendo vinculada na NET FLIX mostra que sim.  O Brasil ainda é um país que engatinha no assunto, mas em países com os olhos abertos para a inclusão como Portugal, Dinamarca, Austrália, etc a evolução das pessoas com transtornos ou deficiências acontece. Por lá, existem profissionais que preparam encontros de autistas.  A série deixa bem claro que para um envolvimento amoroso, a própria pessoa com o espectro prefere se envolver com pessoas que tenham as mesmas características que elas quanto às manias. Se gosta de bichos, se envolver com alguém que também goste, desenhos, coleções, e assim por diante.  Para quem tem curiosidade, a série mostra a diversidade que há no espectro, o como são encantadores e principalmente como existe um universo de infinitas possibilidades.  Vale a pena assi