Pular para o conteúdo principal

Divertida Mente - um dos melhores filmes para decifrar sentimentos

Fernanda Santiago

É um desenho, mas uma excelente lição para muitos adultos. Assisti o filme com o meu filho que tem apenas 2 anos.  No entanto, ele ainda não sabe lidar com sentimentos e emoções como uma criança de 10 anos ou mais. Mas aprendi que tudo o que nos cerca influencia em nossa mente, trazendo lembranças boas ou ruins.
O filme conta a história de Riley, uma garotinha de 11 anos muito feliz. Suas emoções começam a entrar em conflito quando o pai decide mudar de cidade em favor de um emprego novo. Nisso, a mente de Riley entra em desespero. 
A líder de suas emoções sempre foi a alegria, que em todo tempo tenta esconder o sentimento de tristeza das suas lembranças. Eu como mãe, faço o meu filho sorrir o tempo todo e isso fez que eu recordasse de alguns momentos da minha infância. Passei por uma mudança dolorosa quando o meu pai morreu e essa lembrança sempre vem à tona. O que o filme ensina é o equilíbrio que precisamos dar às emoções. 
Riley estava confortável e feliz no ambiente que morava: tinha amigos, amava patinação, gostava da sua escola. Mas precisou mudar e a mudança às vezes não é fácil nem para o adulto. Qualquer motivo de mudança é dolorido, mas às vezes necessário.
Quando não aceitamos as mudanças em nossas vidas deixamos sentimentos como a raiva e medo nos dominar até chegarmos a mais profunda tristeza, que é a depressão. Quando não aceitamos perdas ou mudanças ficamos totalmente vulneráveis a sentimentos que nos impedem de sorrir, rejeitamos o tempo o que está diante de nós. A alegria é um sentimento oscilante porque possuímos outros sentimentos. O que não podemos é deixar com que um sentimento se destaque mais que o outro. Temos que equilibrar a nossa mente. As lembranças ruins ficam no passado. Não podemos culpá-las por de repente algo não sair como gostaríamos. Devemos equilibrar as nossas emoções e assim, encontrar a felicidade hoje, agora. Pois vamos sorrir, chorar e quem tem que controlar nossas emoções somos nós mesmos e não os sentimentos.
Divertida mente é o melhor filme de todos os tempos.


  • tulo Original: Inside Out
  • Ano: 2015
  • Diretor: Pete Docter, Ronnie Del Carmen
  • Elenco: Amy Poehler, Phyllis Smith, Richard Kind, Bill Hader
  • Duração: 94 min
  • Origem: USA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terminou a folia!

Terminou a folia;  não tirei a fantasia;  só transmito alegria; nada de melancolia. Sou Palhaço! Meus nervos são de aço. com meus versos,  meus sentimentos disfarço.  Sou Palhaço! Com nariz avermelhado; sapato pontiagudo; roupa colorida: No picadeiro,  a platéia alegro;  não iludo - convenço. Assim, conduzo a vida sem perder o compasso... Sou Palhaço! Sou Palhaço! 
13/02/2018 Luiz Augusto da Silva Olimpia - São Paulo

Os benefícios da caminhada

Fernanda Santiago
Existem inúmeras atividades físicas, mas a caminhada tem a menor taxa de abandono de todos eles. É simples e a mudança positiva que você pode fazer para efetivamente melhorar sua saúde cardíaca. Praticar a caminhada por pelo menos 30 minutos por dia pode ajudá-lo: Reduzir o risco de doença cardíaca coronáriaMelhorar a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangueMelhorar o perfil lipídico no sangueManter o peso corporal e diminuir o risco de obesidadeMelhorar o bem estar mentalReduzir o risco de osteoporoseReduzir o risco de câncer de mama e de cólonReduzir o risco de não insulino-dependente (tipo 2) diabetes

São muitos benefícios para uma atividade tão simples. Se você mora perto da praia, melhor ainda. Se não tem uma praia próxima, procure um parque.  Caminhe, respire fundo e aprecie tudo ao redor. O corpo agradece!

A tradicional sopa de cebola francesa

Fernanda Santiago Valente Quem é que não gosta de uma sopa no tempo frio? Aqui no Brasil, muitos recomendam a sopa de cebola para quem está com dor de garganta ou gripado. Eu vou além. Amo todos os tipos de cremes e sopas, mas a de cebola tem um sabor especial. A sopa tradicional da cozinha parisiense merece toda a atenção.Algumas lendas da França afirmam que a sopa de cebola foi inventada por Louis XV, quando passavam por uma crise. Ele só tinha cebolas, manteiga e champanhe como alimentos, assim como toda a população de baixa renda. A receita ganhou novos temperos ao decorrer dos anos e conseguiu conquistar todo o mundo, principalmente nós brasileiros, pois amamos nos deliciar com uma sopinha nos períodos frios, não é mesmo? Ainda nas tradições parisienses, a sopa serve para alimentar também as emoções do dia do tão sonhado casamento. Eles tem o hábito de consumir a sopa após a festa. Isso se repete também em grandes eventos. Se por acaso acordarem de ressaca, também consomem a sopa,…