Pular para o conteúdo principal

Não seja indiferente!

Fernanda Santiago Valente

“Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem” (Efésios 4.29)

Todos nós vivemos conflitos e de que forma agimos perante eles? Passamos por conflitos no trabalho, numa sociedade, no meio de amizades, em família e principalmente com o cônjuge. O conflito sempre vai acontecer, mas devemos ter muito cuidado com ele, pois é como um jogo, um vai sair ganhando ou dará empate. Confesso que fico mais aliviada quando o empate acontece, pois mostra de que de alguma maneira entramos em concordância.
Acredito que nos relacionamentos, o campeão de conflitos é o casamento. São duas pessoas vivendo juntas com opiniões e pensamentos diferentes. Cada uma com suas manias, individualidades e personalidade. Então, é um grande desafio. Eu gosto de uva, ele de pêssego. Eu gosto da pasta de dente dentro do pote, ele fora. Eu gosto de ter vida social, ele não, e por aí vai. São situações pequenas que geram conflitos. As mulheres amam conversar e resolver conflitos. O homem, muitas vezes não. Vivendo um segundo casamento e conversando com amigas observei isso. Os homens geralmente fogem dos conflitos, mudando de assunto, deixando a mulher falando sozinha. Talvez seja por isso que muitos casamentos acabam. Os homens demoram para colocar para fora o que realmente querem e as mulheres tem a mania de achar que os homens estão adivinhando o que elas querem ou estão sentindo.
Aprendi que temos que jogar tudo dentro de um conflito, mas jamais depreciar o outro. Palavras duras como: você é louca, você não aprende, você não faz nada que eu falo, você não é bom nisso, você está gordo, você gasta demais, quero me divorciar de você... entre mil palavras que ouvimos ou falamos, são palavras que não resolvem nada. Primeiro porque já começa julgando o outro e apontando erros, diminuído o outro da pior maneira.
Não podemos também ficar passivos diante os conflitos, mas ser sinceros e falar tudo aquilo que não gosta, mas antes de tudo, respeitar. Ser verdadeiro não significa machucar. Muita gente confunde sinceridade com grosseria. Devemos ser honestos conosco e com aqueles que amamos. Ao invés de brigar pela pasta de dente dentro do pote, deixe fora. Qual a diferença? E vice-versa. Ele gosta de pêssegos? Faça uma torta para ele. Não gosta de sair? Converse. Ele só não pode impedir que você faça coisas que fazia quando te conheceu. Tudo é resolvido. Só não podemos fugir dos conflitos.
É muito inconfortável quando há fuga de conflito, deixando tudo como está. Isso se chama indiferença. Significa que não há preocupação em saber o que o outro quer. Devemos nos importar e entender que os conflitos servem para nos abençoar, para nos levar a algum lugar, justamente quando usamos as palavras da nossa boca com sabedoria, jogando todas as cartas sobre a mesa. Que o Senhor nos ajude a resolver todos os nossos conflitos diários: com o cônjuge, com os amigos, com o trabalho, com a vida.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seres Especiais

Por Luiz Augusto da Silva

Devemos sempre insistir na busca dos ideais. Perseverar sem cansaço, até às metas finais. Recorrermos aos meios, humanos e materiais. Confiantes no apoio, dos Seres Especiais. Sermos sempre otimistas, acreditando nas forças divinas. Fortalecidos pelo altruísmo, impulsos que reanimam. Felizmente neste mundo, os amigos aparecem. Aumentam as energias, que aos idealistas fortalecem. Agosto /2008 (Modificado)

"CONVERSANDO SOBRE" Mindfulness e como ele atua nos Transtornos de Humor e na qualidade de vida

Fernanda Valente
Amanhã, dia 08 de agosto, às 19h30, acontecerá mais uma palestra da ABRATA (Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos). Desta vez, quem estará ministrando é a psicóloga clínica Vivian Vargas de Barros que falará sobre o que é o Mindfulness e como ele atua nos Transtornos de Humor e na qualidade de vida. A palestra acontecerá na UNISANTA – Universidade Santa Cecília, Bloco M- Térreo, em Santos.  A palestra é gratuita e para participar é necessário se inscrever pelo Whatsapp (13) 997128692 ou e- mail abratalitoral@abrata.org.br. Não haverá fornecimento de Certificado para estudantes. Vivian Vargas de Barros é Psicóloga clínica, sócia fundadora do Centro Paulista de Mindfulness, com certificação em Mindfulness-Based Relapse Prevention pela Universidade da Califórnia - Escola de Medicina de San Diego e Treinamento Avançado pelo C.A.T.S. Warminster – Inglaterra. Tem Mestrado e doutorado com pesquisas na área de Mindfulness. É Pesqu…

Seis temas de atualidades que podem cair no Enem

Fique atento aos assuntos que você não pode deixar de saber para o Enem, de acordo com Daniel Pereira Leite, professor do Curso Poliedro
Estudar os principais acontecimentos do Brasil e do mundo é um ponto fundamental para alcançar uma boa nota na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que neste ano ocorre nos dias 4 e 11 de novembro. Questões que envolvem atualidades podem cair nas provas de Filosofia, Sociologia, História, Geografia, Ciências ou mesmo como tema de Redação, que tem um peso representativo na nota final dos candidatos. O professor de Atualidades do Curso Poliedro, Daniel Pereira Leite, aponta que para estudar atualidades os candidatos devem apostar em diversas fontes de informação, como matérias televisivas, sites, jornais e revistas. Além disso, devem estar atentos aos assuntos que envolvem questões sociais. “A tendência das provas que cobram assuntos atuais é verificar o quanto o estudante está informado diante dos acontecimentos mais comentados na mídia”, ind…