Pular para o conteúdo principal

Jesus e os gnósticos

Fernanda Valente

Vivemos numa sociedade incrédula. As pessoas hoje já não tem referência sobre as coisas de Deus. Não querem saber de Jesus e ironizam o ato dele ter sido filho de uma virgem. Vários livros, inclusive filmes, tentam confirmar que a ressurreição de Jesus nunca aconteceu e com isso, a mídia e os gnósticos infiltram em suas mentes que tudo o que conhecem sobre a realidade cristã é uma mentira.
É por causa disso, e sem medo algum, que o escritor e roteirista americano Tim Lahaye, junto com seu pesquisador e co-autor da série “Deixados para trás” David Minasian lançaram o livro “Jesus - Descubra os mistérios do homem que fascinou o mundo e mudou a história da humanidade”.
Neste livro, são revelados os pensamentos dos estudiosos gnósticos, que não acreditam que Jesus foi ressuscitado, mas que durante sua agonia na cruz foi dada alguma droga para que ele desmaiasse e depois fugisse com Maria Madalena e até teriam tido filhos, ou então a hipótese de que teria sido comido por cães. Tentam concluir ainda que as mulheres que viram a tumba vazia podiam ter confundido com outra. Os homens naquela época acreditavam que as mulheres possuíam apenas a metade do cérebro, por isso, não acreditavam no que elas diziam. Jesus acreditava. 
O ministério de Jesus foi mantido e levantado por mulheres que presenciaram e viram seus milagres. Seus discípulos percorreram todo o mundo. E hoje, reconhecemos que Jesus é o Salvador de nossas vidas, pois morreu na cruz por nossos pecados. Por que queremos crucificá-lo novamente?
Jesus é um Deus vivo na vida daqueles que crêem e nos dias de hoje ainda faz milagres. Jesus cura o enfermo, liberta os viciados, transforma vidas destruídas e mostra uma nova vida. Jesus é amor, o único amor que existe no mundo. Como amar as pessoas sem amar o Deus vivo? 
Jesus ressuscitou sim. Nenhuma teoria é válida diante de todos os acontecimentos e profecias que a Bíblia revelou e ainda revela. Leia o livro, e descubra tudo sobre a vida de Jesus. Veja que as teorias gnósticas são incompletas e sem fundamentos. São apenas teorias. Já a Bíblia, é sagrada. 

Onde encontrar o livro: Editora Thomas Nelson Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terminou a folia!

Terminou a folia;  não tirei a fantasia;  só transmito alegria; nada de melancolia. Sou Palhaço! Meus nervos são de aço. com meus versos,  meus sentimentos disfarço.  Sou Palhaço! Com nariz avermelhado; sapato pontiagudo; roupa colorida: No picadeiro,  a platéia alegro;  não iludo - convenço. Assim, conduzo a vida sem perder o compasso... Sou Palhaço! Sou Palhaço! 
13/02/2018 Luiz Augusto da Silva Olimpia - São Paulo

Os benefícios da caminhada

Fernanda Santiago
Existem inúmeras atividades físicas, mas a caminhada tem a menor taxa de abandono de todos eles. É simples e a mudança positiva que você pode fazer para efetivamente melhorar sua saúde cardíaca. Praticar a caminhada por pelo menos 30 minutos por dia pode ajudá-lo: Reduzir o risco de doença cardíaca coronáriaMelhorar a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangueMelhorar o perfil lipídico no sangueManter o peso corporal e diminuir o risco de obesidadeMelhorar o bem estar mentalReduzir o risco de osteoporoseReduzir o risco de câncer de mama e de cólonReduzir o risco de não insulino-dependente (tipo 2) diabetes

São muitos benefícios para uma atividade tão simples. Se você mora perto da praia, melhor ainda. Se não tem uma praia próxima, procure um parque.  Caminhe, respire fundo e aprecie tudo ao redor. O corpo agradece!

A tradicional sopa de cebola francesa

Fernanda Santiago Valente Quem é que não gosta de uma sopa no tempo frio? Aqui no Brasil, muitos recomendam a sopa de cebola para quem está com dor de garganta ou gripado. Eu vou além. Amo todos os tipos de cremes e sopas, mas a de cebola tem um sabor especial. A sopa tradicional da cozinha parisiense merece toda a atenção.Algumas lendas da França afirmam que a sopa de cebola foi inventada por Louis XV, quando passavam por uma crise. Ele só tinha cebolas, manteiga e champanhe como alimentos, assim como toda a população de baixa renda. A receita ganhou novos temperos ao decorrer dos anos e conseguiu conquistar todo o mundo, principalmente nós brasileiros, pois amamos nos deliciar com uma sopinha nos períodos frios, não é mesmo? Ainda nas tradições parisienses, a sopa serve para alimentar também as emoções do dia do tão sonhado casamento. Eles tem o hábito de consumir a sopa após a festa. Isso se repete também em grandes eventos. Se por acaso acordarem de ressaca, também consomem a sopa,…