Pular para o conteúdo principal

Judô é um esporte que ajuda na evolução e interação de pessoas especiais

Por Roberta Viana Fernandes
Imagem: Martini Leandro Augusto

Olá, desta vez falarei sobre a inclusão de crianças especiais no esporte, mais especificamente o judô.
Nos anos em que fiz estágio dando aulas de judô pela Prefeitura da Praia Grande, me deparei com dois alunos especias, um tinha Síndrome de Down e o outro tinha um grau leve de autismo.
Uma criança que possui Síndrome de Down tem ótima flexibilidade, fazendo com que os exercícios propostos sejam realizados com facilidade, já uma criança com autismo, dependendo do grau, possui grande dificuldade e requer atenção dobrada na hora da realização da atividade, pois sua musculatura é bem rígida e é necessário que a professora transmita de forma diferente a atividade para que haja um entendimento claro para esse aluno.
Imagem: Marta Judi

Em relação à essa minha experiência, no primeiro contato que tive com a mãe do aluno com Síndrome de Down foi bem tranquila, a mesma sempre estava presente nos treinos, pois o aluno era muito agitado e hiperativo, mas fazia todos os exercícios propostos de forma muito consciente e alegre. Já o aluno com autismo, a abordagem da mãe foi diferente, foi passado que o menino não falava, não obedecia e não iria aprender, que o mesmo só estava no esporte para se distrair. Só que para a surpresa da mãe e minha ,o aluno autista, já com os primeiros treinos podíamos ver a evolução. O menino aprendeu alguns exercícios de alongamento, aprendeu a fazer exercícios com parceiros, e o cumprimento do judô e o mais legal e interessante, aprendeu a contar em japonês.
Ao passar por essa experiência, pude ver que na maioria das vezes, quem tem filhos com necessidades especiais não possuem orientação sobre os problemas dos filhos, e muitas vezes, as próprias mães e familiares não acreditam em uma evolução do ente querido.
Mas com muita paciência e tranquilidade, dependendo do grau do problema, é possível sim uma transmissão de conhecimentos, no caso o esporte em questão, e pode-se ver nitidamente a evolução e aprendizado adquirido pelo aluno em questão.
E nunca esqueça, a coragem só nos leva adiante.

Comentários

Ótimo texto! É muito importante a inclusão das crianças especiais no esporte e também a conscientização dos pais e familiares.

Postagens mais visitadas deste blog

Psicologia, Autoconhecimento e Autoestima: O reflexo de tudo

Por Fernanda Valente


No módulo de Psicologia do Desenvolvimento: quadros clínicos, da minha pós em Educação Especial e inclusiva, com a Dra. Patrícia Widmer, aprendi que estamos aqui neste mundo para problematizar as coisas e que o desafio da realidade é sempre diferente dos nossos planos. O que é o desenvolvimento e como ele acontece? Nosso senso comum faz parte da Psicologia. Este senso faz parte do nosso desenvolvimento. A Psicologia faz parte disso tudo. São os conhecimentos acumulado, intuitivo, espontâneo, vida prática, situações do nosso cotidiano que são diferentes do conhecimento cientifico: realidade e abstração. A Psicologia começou com a Filosofia a partir de questões existenciais. Nossa mente está relacionada a nossa psiquê, nossa alma, o inconsciente. Faz parte do cérebro, mas não estamos vendo. Ela está relacionada às nossas fantasias, devaneios, brincadeiras, imaginação, etc. É um conhecimento que acumulamos através das nossas vivências. A Psicologia vai estudar o ser h…

Dedicação e Amor

Por Luiz Augusto da Silva
Quando ainda menino Os estudos iniciava Sempre muito animada Minha avó me incentiva. Fazia tudo com carinho Do fundo do coração  Fortalecida pelo amor Com muita dedicação.  Preparava minha merenda Pãezinhos com goiabada Um prazer muito grande Na sua voz eu notava. Seguia-me ao portão  Até eu virar a esquina Seguindo o meu caminho Para uma escola pequenina. Durante a minha infância  Nunca vi nada igual O seu amor é bondade Transcediam ao natural. Hoje mais uma vez Relembrando o seu amor Com saudades faço votos: Que no seu descanso eterno Hajam hinos de louvor.
Agosto/2008 In Memorian: Henriqueta Maria  da Silva. (avó materna)

Na Medida Certa

Por Luiz Augusto da Silva

Ouça a voz do coração Voa com leveza Prova melhores sabores Sinta perfume das flores Tenha muitos amores Exercita a gratidão Elimina a tristeza Viva com realeza.
23/06/2017