Pular para o conteúdo principal

Plante sementes eternas!


Inspirado no primeiro culto do ano

“Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá” (GL 6. 7)

O que você tem feito com suas sementes? 

Por Fernanda Santiago Valente

A experiência do primeiro culto do ano em nossa igreja, foi que cada um de nós recebeu um vaso pequeno com três sementes de girassol. Você parou para pensar no simbolismo espiritual disso?

Três sementes: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Sementes plantadas em nosso coração.  Sementes eternas de fé. O vaso, somos nós, a igreja. O que vamos fazer com este vaso e sementes?

Quando recebemos uma semente (Palavra de Deus), temos que examinar a nós mesmos e a cada dia crescer, para assim, gerar frutos. A semente de girassol é um tipo de semente que necessita de muita água para germinar e crescer. O nosso coração também necessita ser regado com a água chamada Jesus. O girassol também ama o sol, a luz, e muita gente sabe que ele nasce virado para o sol. Ele contempla a luz, ou seja, Ele recebe a luz, a palavra de Jesus o tempo todo. Semente de girassol necessita de muita água e luz, assim como nós.

Não podemos deixar de regar a nossa semente: Precisamos estudar a palavra e semear a palavra com amor e fé. Acredite na Palavra. Viva a Palavra. Compartilhe a Palavra. Mate o seu orgulho e aqueles objetivos que são temporários. Digo verdadeiramente que, se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, continuará ele só. Mas, se morrer, dará muito fruto. (João 12.24)” Quando passamos a ignorar a palavra, perdemos a instrução do PAI, vivemos do nosso jeito com realizações incompletas. Paramos de viver a vida do céu aqui na terra e passamos a viver da maneira egoísta que o mundo nos oferece. Nós somos a igreja. As pessoas ao nosso redor necessitam de nós, até mesmo aquela pessoa que aos nossos olhos parece impossível. Deus quer resgatá-la. Alguém orou por você para que tivesse entendimento espiritual sobre Deus. Então, ore também pelas pessoas que você ama. Não deixe de regar e mandar luz. No tempo dela, a palavra irá brotar.  Ela irá crescer.  É necessário apenas uma semente ser plantada para crescer, florescer, frutificar e alimentar gerações. Tudo depende do tipo de sementes que plantamos. Plantar O Pai, Jesus e Espírito Santo nos corações é realmente transformar gerações: cada um tem um dom específico e único. Precisamos estar conectados uns com os outros, em oração, serviço, sonhos, visão, generosidade, recepção, entendimento, discernimento, dons espirituais... e tantas coisas lindas que só Deus tem.

Só conseguimos receber de Deus quando o buscamos com toda a nossa força, com todo o nosso amor, apresentando a Ele todas as nossas falhas, medos, arrependimentos, falta de perdão. Para plantar sementes sadias, ore. Plante o melhor que há em você. Perdoe! Se Perdoe! Olhe para o sol! Tenha fé! Visualize enormes girassóis (pessoas) ao seu redor. Onde há discórdia, plante união. Onde há ódio, plante amor. Onde há mentira, plante verdade. Onde há medo, plante coragem... plante o melhor de Deus!  

Uma geração contará à outra, a grandiosidade dos teus feitos; eles anunciarão os teus atos poderosos”. Salmo 145.4”

PS. Não se frustre se por acaso suas sementes de girassol não brotarem. Elas podem crescer e também morrer, pois elas necessitam de uma plantação específica e não podem ser transportadas para outro vaso. (o vaso é a igreja, não é mesmo? Isso significa que também não devemos mudar de igreja para ser transformados. Nós somos a igreja. O vaso). A única coisa que não podemos deixar morrer é a palavra de Deus. Ela brota, nos traz de volta a vida.  Quando morremos para nós, crescemos.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ninguém pode limitar os seus sonhos

Por Fernanda Valente


E se uma garotinha surda decidir ser bailarina? Quem impedirá? Estamos aqui para incluir e transformar. Isso é o que você poderá conferir ao assistir o curta-metragem de animação Tamara, produzida e criada por House Boat Animation. O filme é muito interessante para passar em sala de aulas para explicar a diversidade às crianças. Está disponível na Internet e serve como ferramenta para promover valores como respeito e empatia. Tamara é uma garotinha surda que quer ser bailarina. Qual é a barreira que os professores e os alunos podem tirar disso?

Fernanda Valente - Jornalista com especialização em Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Estudou teatro, fazendo parte do Grupo GEXTUS (Grupo Experimental de Teatro da UniSantos). É Instrutora da Libras (Língua Brasileira de Sinais). Ministrou aulas de design gráfico para surdos. Trabalhou como produtora e repórter em alguns programas de TV regionais. Hoje se dedica a trabalhos de comunicação digital e ao …

Dois filmes sobre deficiência física para assistir no dia dos namorados

Por Fernanda Valente
Trago hoje dois filmes para reflexão. Como eu era antes de você é um filme que mexe com as nossas emoções. Porém, foge de toda a ideia que tratamos sobre a inclusão. Penso que o personagem na história, Will, que é tetraplégico joga fora tudo o que estamos vendo como evolução nos dias de hoje. A deficiência física é tratada como um caos, como algo sem solução, sem esperança, sem fé... É jogar fora todo o amor de Louisa. Veja o filme e entenda a minha frustração.



Já o filme Ferrugem e Osso, que também trata de um romance mostra uma construção rica e verdadeira de uma pessoa que adquire a deficiência física após um acidente. Vai mostrar a depressão, a adaptação, aceitação e novas possibilidades de vida. Não acabou. Há possibilidades. Há vida!



Feliz dia dos Namorados! Deixo abaixo uma linda poesia pessoal do meu amigo poeta Luiz Augusto que fala sobre construção familiar. 

O Cravo e a Rosa

Ainda um jovem cravo Uma rosa encontrei Com pétalas aveludadas Por ela me encantei
No j…

Estações do Ano

Nos vastos campos verdejantes Desabrocham flores silvestres Que com variadas tonalidades Dão vida!À linda paisagem agreste.
É tempo da primavera... Colorida estação... Que enfeita a natureza À espera do verão:
Espetáculo tropical Que ocorre cada ano Para que no ato final Caiam as folhas no outono.
Este ciclo "vicioso" O inverno encerrará Para que lindas flores Voltem aos jardins enfeitar!
Autor:Luiz Augusto da Silva Olímpia- São Paulo- Brasil Data:20/03/2011
Afinal, porque as folhas caem... Sabem?
Um abraço fraterno à espera do inverno...