Pular para o conteúdo principal

SBB alcança a marca de 150 milhões de Bíblias produzidas


A produção, contabilizada desde a criação da Gráfica da Bíblia, em 1995, reafirma a posição do Brasil como o país que mais divulga as Sagradas Escrituras no mundo.
 
A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) acaba de alcançar a marca de 150 milhões de Bíblias e Novos Testamentos produzidos desde 1995, ano em que inaugurou a Gráfica da Bíblia, hoje um dos maiores complexos mundiais dedicado à produção de Escrituras. Considerado o país que mais divulga o Livro Sagrado no mundo, o Brasil amplia sua visibilidade graças aos esforços da SBB para levar a Palavra de Deus a todas as pessoas, oferecendo publicações em diferentes formatos, em sintonia com os avanços tecnológicos e aos mais altos padrões de qualidade. Rudi Zimmer, diretor executivo da SBB, atribui a marca de 150 milhões de Bíblias e Novos Testamentos produzidos nestes 21 anos ao engajamento das igrejas cristãs brasileiras, cuja missão só pode ser realizada com eficácia quando associada à entrega da Palavra de Deus. “Nas últimas décadas, mais do que em qualquer outro período, as igrejas brasileiras têm se envolvido de forma crescente com esta divulgação, transformando o Brasil no país em que se realiza a maior operação de distribuição das Escrituras Sagradas no mundo, atualmente”, comemora Zimmer.
Outro ponto ressaltado pelo diretor executivo é que as igrejas brasileiras são as que mais enviam missionários para outras partes do mundo, fato que tem colaborado para a expansão da Causa da Bíblia. Entretanto, ele ainda vê a disseminação da Palavra como um desafio: “No Brasil, estamos passando por uma crise política, social e econômica que também afeta bastante a semeadura da Palavra de Deus”.
 
Destaque global
Inaugurada em 1995, a Gráfica da Bíblia tem sido essencial para que a SBB cumpra a sua missão de semear a Palavra que transforma vidas. “Ela é um dos dois maiores centros de produção de Escrituras do mundo, e os 150 milhões de Bíblias e Novos Testamentos produzidos vêm confirmar essa posição de destaque mundial”, enfatiza o secretário da Gráfica da Bíblia, Luiz Forlim.
Essa poderosa estrutura permite que a SBB exporte para mais de 100 países das Américas, África, Ásia e Europa. De suas instalações saem exemplares em português, espanhol, inglês, francês, árabe e até em ioruba, idioma falado em países africanos. Do total de Escrituras produzidas, cerca de 20% são destinados ao mercado externo.
Atualmente, 216 colaboradores trabalham na Gráfica, onde um dos principais diferenciais é o conhecimento técnico na impressão e encadernação de papel fino. “Aliados a isso, há o comprometimento e o envolvimento na missão de levar a Palavra de Deus com qualidade e inovação”, complementa Forlim.
O secretário de Tradução e Publicações da SBB, Paulo Teixeira, ressalta a importância de se oferecer as Escrituras aos mais diferentes públicos. “Traduzir, publicar e distribuir a Bíblia é permitir que a mensagem de vida que há em Jesus alcance todas as pessoas em nosso país”, afirma.
A SBB oferece Escrituras para pessoas com deficiência visual e auditiva, crianças e jovens. Volta-se, ainda, aos enfermos, aos encarcerados, imigrantes, às famílias, aos estudantes, aos pastores e aos líderes. “Para cada grupo, a SBB procura desenvolver e publicar Escrituras em formato e linguagem adequados”, comenta Teixeira, lembrando que a SBB também oferece a Bíblia em formato digital, como o aplicativo Bíblia Plus, e e-books variados.
Não por acaso, a organização brasileira é destacada pelas Sociedades Bíblicas Unidas (SBU) – aliança mundial da qual a SBB faz parte e que está presente em mais de 200 países e territórios –, por estar na vanguarda da distribuição de Escrituras. Somente em 2015, distribuiu 7,62 milhões de Bíblias, superando todos os outros países do mundo. “É evidente que a Sociedade Bíblica do Brasil desempenha um papel fundamental na missão global do movimento das Sociedades Bíblicas e estamos particularmente gratos por seu compromisso de levar a Palavra de Deus às pessoas vulneráveis”, declara o diretor geral das SBU, Michael Perreau.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Psicologia, Autoconhecimento e Autoestima: O reflexo de tudo

Por Fernanda Valente


No módulo de Psicologia do Desenvolvimento: quadros clínicos, da minha pós em Educação Especial e inclusiva, com a Dra. Patrícia Widmer, aprendi que estamos aqui neste mundo para problematizar as coisas e que o desafio da realidade é sempre diferente dos nossos planos. O que é o desenvolvimento e como ele acontece? Nosso senso comum faz parte da Psicologia. Este senso faz parte do nosso desenvolvimento. A Psicologia faz parte disso tudo. São os conhecimentos acumulado, intuitivo, espontâneo, vida prática, situações do nosso cotidiano que são diferentes do conhecimento cientifico: realidade e abstração. A Psicologia começou com a Filosofia a partir de questões existenciais. Nossa mente está relacionada a nossa psiquê, nossa alma, o inconsciente. Faz parte do cérebro, mas não estamos vendo. Ela está relacionada às nossas fantasias, devaneios, brincadeiras, imaginação, etc. É um conhecimento que acumulamos através das nossas vivências. A Psicologia vai estudar o ser h…

Dedicação e Amor

Por Luiz Augusto da Silva
Quando ainda menino Os estudos iniciava Sempre muito animada Minha avó me incentiva. Fazia tudo com carinho Do fundo do coração  Fortalecida pelo amor Com muita dedicação.  Preparava minha merenda Pãezinhos com goiabada Um prazer muito grande Na sua voz eu notava. Seguia-me ao portão  Até eu virar a esquina Seguindo o meu caminho Para uma escola pequenina. Durante a minha infância  Nunca vi nada igual O seu amor é bondade Transcediam ao natural. Hoje mais uma vez Relembrando o seu amor Com saudades faço votos: Que no seu descanso eterno Hajam hinos de louvor.
Agosto/2008 In Memorian: Henriqueta Maria  da Silva. (avó materna)

Na Medida Certa

Por Luiz Augusto da Silva

Ouça a voz do coração Voa com leveza Prova melhores sabores Sinta perfume das flores Tenha muitos amores Exercita a gratidão Elimina a tristeza Viva com realeza.
23/06/2017