Pular para o conteúdo principal

Todos cantam São Paulo: SescTV exibe programação especial em homenagem ao aniversário da cidade

Shows e documentário destacam artistas e músicas que expressam sua relação com a metrópole
                                           Foto: Rodolfo Ancona.

São Paulo, a maior e mais populosa cidade do Brasil, ficará mais velha no dia 25 de janeiro, quarta-feira, quando completará 463 anos. Em sua homenagem, o SescTV levará ao ar, nesse dia, o especial Todos cantam São Paulo. São seis shows e um documentário, que apresentam artistas e músicas que ajudaram a compor a trilha sonora da capital paulista. (Assista também em sesctv.org.br/avivo)

Logo cedo, às 7h, o show Neurópolis apresenta a Orquestra de Músicos das Ruas de São Paulo, coordenada pelo compositor e maestro Livio Tragtenberg. A orquestra reúne 17 artistas que atuam nas ruas, praças, estações de trem e metrô do município aniversariante, procedentes de várias regiões do Brasil e imigrantes. Com direção para TV de Marcelo Amiky, a produção traz composições do próprio Tragtenberg e de outros autores, como Súplica Cearense, de Gordurinha.

Às 10h, o cantor, violonista e compositor paulistano Eduardo Gudin e seu grupo Notícias Dum Brasil interpretam samba e bossa nova, na companhia dos cantores Luciana Alves, Fabiana Cozza, Maulise Rossato, Maria Martha, Edson Montenegro, Mônica Salmaso, Luiz Bastos, Renato Braz e Márcia Lopes.  No repertório, sucessos da carreira de Gudin. O espetáculo tem direção artística de Fernando Faro e direção para TV de Antonio Carlos Rebesco.

A partir das 11h, vão ao ar, na sequência, dois programas com o compositor, cantor e escritor Tom Zé: um documentário da série Passagem de Som, no qual o músico passeia pelo centro da cidade de São Paulo, que foi cenário da Tropicália, e recorda a época desse movimento; e um show da série Instrumental Sesc Brasil, com sucessos de sua carreira, como Ave Dor Maria, de sua autoria; e Xique-Xique, em parceira com Miguel Wisnik; além de Pisa na Fulô, de João do Valle, Silveira Jr. e Ernesto Pires. As produções têm direção de geral de Max Alvim.

Às 14h, o show Era Iluminada - Vanguarda Paulista reúne Arnaldo Antunes, Arrigo Barnabé, Luiz Tatit, Maurício Pereira e Wandi Doratiotto para relembrar o movimento cultural que surgiu no final da década de 1970. Acompanhados pela banda formada por Mário Manga, Dona Zica e Loop B, os artistas se juntam a convidados como Chico César, Alzira Espíndola, Vânia Bastos, Suzana Salles, o rapper Xis e Renato Braz. A direção musical é de Dante Ozzetti, com apresentação de Carlos Careqa e direção para TV de Antonio Carlos Rebesco.

O tributo continua, às 16h, com o show Itamar Assumpção Inéditos, que destaca composições dos álbuns Pretobrás II e III do cantor e compositor, que foi um dos ícones do movimento Vanguarda Paulista, nos anos 1970 e 1980. Falecido em 2003, Assumpção tem suas canções interpretadas por Elza Soares, Zélia Duncan, Nana Vasconcelos, BNegão, Andréia Dias, banda Isca de Polícia, além da participação de outros artistas convidados. Daniel dos Santos assina a direção para TV.

Fechando as exibições, às 22h, o show Paulo Vanzolini – 85 anos – realizado, em 2009, com a presença do compositor paulistano - recebe alguns de seus principais intérpretes para cantar músicas consagradas de Vanzolini (1924 – 2013), como Ronda; Cuitelinho e Volta por Cima. A atração tem direção musical de Ítalo Perón, que também toca violão no programa, e direção para TV de Sol Serafim.

Sobre o SescTV:
SescTV é um canal de difusão cultural do Sesc em São Paulo, distribuído gratuitamente, que tem como missão ampliar a ação do Sesc para todo o Brasil. Sua grade de programação é permeada por espetáculos, documentários, filmes e entrevistas. As atrações apresentam shows gravados ao vivo com grandes nomes da música e da dança. Documentários sobre artes visuais, teatro e sociedade abordam nomes, fatos e ideias da cultura brasileira. Ciclos temáticos de filmes e programas de entrevistas sobre literatura, cinema e outras artes também estão presentes na programação.

SERVIÇO:

Especial Aniversário da cidade de São Paulo

Dia 25 de janeiro

Às 7h
Neurópolis
Direção para TV: Marcelo Amiky
Classificação indicativa: Livre

Às 10h
Eduardo Gudin & Notícias dum Brasil
Direção para TV: Antonio Carlos Rebesco
Classificação indicativa: Livre

A partir das 11h
Passagem de Som / Instrumental Sesc Brasil – Tom Zé
Direção geral: Max Alvim
Classificação indicativa: Livre

Às 14h
Era Iluminada – Vanguarda Paulista
Direção: Antonio Carlos Rebesco
Classificação indicativa: 10 anos

Às 16h
Itamar Assumpção – Inéditos
Direção para TV:Daniel dos Santos
Classificação indicativa: Livre

Às 22h
Paulo Vanzolini – 85 anos
Direção para TV: Sol Serafim
Classificação indicativa: Livre


Para sintonizar o SescTV:

Canal 128, da Oi TV
Ou consulte sua operadora
Assista também online em sesctv.org.br/aovivo
Siga o SescTV no twitter: http://twitter.com/sesctv
E no facebook: https:facebook.com/sesctv


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os benefícios da caminhada

Fernanda Santiago
Existem inúmeras atividades físicas, mas a caminhada tem a menor taxa de abandono de todos eles. É simples e a mudança positiva que você pode fazer para efetivamente melhorar sua saúde cardíaca. Praticar a caminhada por pelo menos 30 minutos por dia pode ajudá-lo: Reduzir o risco de doença cardíaca coronáriaMelhorar a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangueMelhorar o perfil lipídico no sangueManter o peso corporal e diminuir o risco de obesidadeMelhorar o bem estar mentalReduzir o risco de osteoporoseReduzir o risco de câncer de mama e de cólonReduzir o risco de não insulino-dependente (tipo 2) diabetes

São muitos benefícios para uma atividade tão simples. Se você mora perto da praia, melhor ainda. Se não tem uma praia próxima, procure um parque.  Caminhe, respire fundo e aprecie tudo ao redor. O corpo agradece!

Terminou a folia!

Terminou a folia;  não tirei a fantasia;  só transmito alegria; nada de melancolia. Sou Palhaço! Meus nervos são de aço. com meus versos,  meus sentimentos disfarço.  Sou Palhaço! Com nariz avermelhado; sapato pontiagudo; roupa colorida: No picadeiro,  a platéia alegro;  não iludo - convenço. Assim, conduzo a vida sem perder o compasso... Sou Palhaço! Sou Palhaço! 
13/02/2018 Luiz Augusto da Silva Olimpia - São Paulo

A tradicional sopa de cebola francesa

Fernanda Santiago Valente Quem é que não gosta de uma sopa no tempo frio? Aqui no Brasil, muitos recomendam a sopa de cebola para quem está com dor de garganta ou gripado. Eu vou além. Amo todos os tipos de cremes e sopas, mas a de cebola tem um sabor especial. A sopa tradicional da cozinha parisiense merece toda a atenção.Algumas lendas da França afirmam que a sopa de cebola foi inventada por Louis XV, quando passavam por uma crise. Ele só tinha cebolas, manteiga e champanhe como alimentos, assim como toda a população de baixa renda. A receita ganhou novos temperos ao decorrer dos anos e conseguiu conquistar todo o mundo, principalmente nós brasileiros, pois amamos nos deliciar com uma sopinha nos períodos frios, não é mesmo? Ainda nas tradições parisienses, a sopa serve para alimentar também as emoções do dia do tão sonhado casamento. Eles tem o hábito de consumir a sopa após a festa. Isso se repete também em grandes eventos. Se por acaso acordarem de ressaca, também consomem a sopa,…