Pular para o conteúdo principal

Todos cantam São Paulo: SescTV exibe programação especial em homenagem ao aniversário da cidade

Shows e documentário destacam artistas e músicas que expressam sua relação com a metrópole
                                           Foto: Rodolfo Ancona.

São Paulo, a maior e mais populosa cidade do Brasil, ficará mais velha no dia 25 de janeiro, quarta-feira, quando completará 463 anos. Em sua homenagem, o SescTV levará ao ar, nesse dia, o especial Todos cantam São Paulo. São seis shows e um documentário, que apresentam artistas e músicas que ajudaram a compor a trilha sonora da capital paulista. (Assista também em sesctv.org.br/avivo)

Logo cedo, às 7h, o show Neurópolis apresenta a Orquestra de Músicos das Ruas de São Paulo, coordenada pelo compositor e maestro Livio Tragtenberg. A orquestra reúne 17 artistas que atuam nas ruas, praças, estações de trem e metrô do município aniversariante, procedentes de várias regiões do Brasil e imigrantes. Com direção para TV de Marcelo Amiky, a produção traz composições do próprio Tragtenberg e de outros autores, como Súplica Cearense, de Gordurinha.

Às 10h, o cantor, violonista e compositor paulistano Eduardo Gudin e seu grupo Notícias Dum Brasil interpretam samba e bossa nova, na companhia dos cantores Luciana Alves, Fabiana Cozza, Maulise Rossato, Maria Martha, Edson Montenegro, Mônica Salmaso, Luiz Bastos, Renato Braz e Márcia Lopes.  No repertório, sucessos da carreira de Gudin. O espetáculo tem direção artística de Fernando Faro e direção para TV de Antonio Carlos Rebesco.

A partir das 11h, vão ao ar, na sequência, dois programas com o compositor, cantor e escritor Tom Zé: um documentário da série Passagem de Som, no qual o músico passeia pelo centro da cidade de São Paulo, que foi cenário da Tropicália, e recorda a época desse movimento; e um show da série Instrumental Sesc Brasil, com sucessos de sua carreira, como Ave Dor Maria, de sua autoria; e Xique-Xique, em parceira com Miguel Wisnik; além de Pisa na Fulô, de João do Valle, Silveira Jr. e Ernesto Pires. As produções têm direção de geral de Max Alvim.

Às 14h, o show Era Iluminada - Vanguarda Paulista reúne Arnaldo Antunes, Arrigo Barnabé, Luiz Tatit, Maurício Pereira e Wandi Doratiotto para relembrar o movimento cultural que surgiu no final da década de 1970. Acompanhados pela banda formada por Mário Manga, Dona Zica e Loop B, os artistas se juntam a convidados como Chico César, Alzira Espíndola, Vânia Bastos, Suzana Salles, o rapper Xis e Renato Braz. A direção musical é de Dante Ozzetti, com apresentação de Carlos Careqa e direção para TV de Antonio Carlos Rebesco.

O tributo continua, às 16h, com o show Itamar Assumpção Inéditos, que destaca composições dos álbuns Pretobrás II e III do cantor e compositor, que foi um dos ícones do movimento Vanguarda Paulista, nos anos 1970 e 1980. Falecido em 2003, Assumpção tem suas canções interpretadas por Elza Soares, Zélia Duncan, Nana Vasconcelos, BNegão, Andréia Dias, banda Isca de Polícia, além da participação de outros artistas convidados. Daniel dos Santos assina a direção para TV.

Fechando as exibições, às 22h, o show Paulo Vanzolini – 85 anos – realizado, em 2009, com a presença do compositor paulistano - recebe alguns de seus principais intérpretes para cantar músicas consagradas de Vanzolini (1924 – 2013), como Ronda; Cuitelinho e Volta por Cima. A atração tem direção musical de Ítalo Perón, que também toca violão no programa, e direção para TV de Sol Serafim.

Sobre o SescTV:
SescTV é um canal de difusão cultural do Sesc em São Paulo, distribuído gratuitamente, que tem como missão ampliar a ação do Sesc para todo o Brasil. Sua grade de programação é permeada por espetáculos, documentários, filmes e entrevistas. As atrações apresentam shows gravados ao vivo com grandes nomes da música e da dança. Documentários sobre artes visuais, teatro e sociedade abordam nomes, fatos e ideias da cultura brasileira. Ciclos temáticos de filmes e programas de entrevistas sobre literatura, cinema e outras artes também estão presentes na programação.

SERVIÇO:

Especial Aniversário da cidade de São Paulo

Dia 25 de janeiro

Às 7h
Neurópolis
Direção para TV: Marcelo Amiky
Classificação indicativa: Livre

Às 10h
Eduardo Gudin & Notícias dum Brasil
Direção para TV: Antonio Carlos Rebesco
Classificação indicativa: Livre

A partir das 11h
Passagem de Som / Instrumental Sesc Brasil – Tom Zé
Direção geral: Max Alvim
Classificação indicativa: Livre

Às 14h
Era Iluminada – Vanguarda Paulista
Direção: Antonio Carlos Rebesco
Classificação indicativa: 10 anos

Às 16h
Itamar Assumpção – Inéditos
Direção para TV:Daniel dos Santos
Classificação indicativa: Livre

Às 22h
Paulo Vanzolini – 85 anos
Direção para TV: Sol Serafim
Classificação indicativa: Livre


Para sintonizar o SescTV:

Canal 128, da Oi TV
Ou consulte sua operadora
Assista também online em sesctv.org.br/aovivo
Siga o SescTV no twitter: http://twitter.com/sesctv
E no facebook: https:facebook.com/sesctv


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ninguém pode limitar os seus sonhos

Por Fernanda Valente


E se uma garotinha surda decidir ser bailarina? Quem impedirá? Estamos aqui para incluir e transformar. Isso é o que você poderá conferir ao assistir o curta-metragem de animação Tamara, produzida e criada por House Boat Animation. O filme é muito interessante para passar em sala de aulas para explicar a diversidade às crianças. Está disponível na Internet e serve como ferramenta para promover valores como respeito e empatia. Tamara é uma garotinha surda que quer ser bailarina. Qual é a barreira que os professores e os alunos podem tirar disso?

Fernanda Valente - Jornalista com especialização em Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Estudou teatro, fazendo parte do Grupo GEXTUS (Grupo Experimental de Teatro da UniSantos). É Instrutora da Libras (Língua Brasileira de Sinais). Ministrou aulas de design gráfico para surdos. Trabalhou como produtora e repórter em alguns programas de TV regionais. Hoje se dedica a trabalhos de comunicação digital e ao …

Dois filmes sobre deficiência física para assistir no dia dos namorados

Por Fernanda Valente
Trago hoje dois filmes para reflexão. Como eu era antes de você é um filme que mexe com as nossas emoções. Porém, foge de toda a ideia que tratamos sobre a inclusão. Penso que o personagem na história, Will, que é tetraplégico joga fora tudo o que estamos vendo como evolução nos dias de hoje. A deficiência física é tratada como um caos, como algo sem solução, sem esperança, sem fé... É jogar fora todo o amor de Louisa. Veja o filme e entenda a minha frustração.



Já o filme Ferrugem e Osso, que também trata de um romance mostra uma construção rica e verdadeira de uma pessoa que adquire a deficiência física após um acidente. Vai mostrar a depressão, a adaptação, aceitação e novas possibilidades de vida. Não acabou. Há possibilidades. Há vida!



Feliz dia dos Namorados! Deixo abaixo uma linda poesia pessoal do meu amigo poeta Luiz Augusto que fala sobre construção familiar. 

O Cravo e a Rosa

Ainda um jovem cravo Uma rosa encontrei Com pétalas aveludadas Por ela me encantei
No j…

Estações do Ano

Nos vastos campos verdejantes Desabrocham flores silvestres Que com variadas tonalidades Dão vida!À linda paisagem agreste.
É tempo da primavera... Colorida estação... Que enfeita a natureza À espera do verão:
Espetáculo tropical Que ocorre cada ano Para que no ato final Caiam as folhas no outono.
Este ciclo "vicioso" O inverno encerrará Para que lindas flores Voltem aos jardins enfeitar!
Autor:Luiz Augusto da Silva Olímpia- São Paulo- Brasil Data:20/03/2011
Afinal, porque as folhas caem... Sabem?
Um abraço fraterno à espera do inverno...